Breaking News

Especial de 20 de novembro aborda herança cultural na comida

Da Redação | Sáb, 14/11/2015 às 20:32

 

 

Marco Aurélio Martins | Ag. A TARDE Aprendizes da tradição em dia de preparo e apresentação de pratos para chefs
Marco Aurélio Martins | Ag. A TARDE
Aprendizes da tradição em dia de preparo e apresentação de pratos para chefs

A 13ª edição do especial de A TARDE em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra traz um convite saboroso ao  público: descobrir as contribuições dos povos africanos e  descendentes para a mesa baiana.

Os diálogos com os elementos da cozinha portuguesa, indígena e de outros povos;  as diferenças regionais diante do vasto território da Bahia, além das contribuições religiosas e as modificações próprias da dinâmica do hábito de comer serão apresentados nas reportagens do caderno.

Uma novidade deste ano é a intensificação no investimento em  multimídia e diversidade nas linguagens de apresentação dos textos.

“O especial da Consciência Negra já é uma tradição de A TARDE,  aguardada a cada ano com ansiedade justamente por surpreender nos temas e na forma de abordagem, trabalhada sempre com profundidade e muita criatividade pela equipe envolvida com o caderno”, afirma a diretoria de redação, Mariana Carneiro.

Vídeo

Além da versão em papel, o portal A TARDE  vai apresentar material audiovisual. O carro-chefe desse conjunto é um vídeo inspirado na onda das competições que envolvem o preparo de comida.

Nele, três estudantes de gastronomia topam o desafio de criar pratos inspirados em sua memória afetiva da comida tradicional.  As gravações foram feitas na Casa do Benim, vinculada à Fundação Gregório de Mattos.

“Foram duas sessões. Na primeira, eles apresentaram  ideias para os chefs Alício Charot, Angélica Moreira, Beto Pimentel e Matheus Almeida e ouviram sugestões para inovar no preparo dos pratos”,  diz a jornalista Cleidiana Ramos, que coordena o especial com a secretária de planejamento editorial, Hilcélia Falcão.

“Falar dos saberes culinários do povo afro-brasileiro a partir de uma linguagem multimídia será uma forma de reforçar a importância do protagonismo dos nossos ancestrais africanos na construção da identidade brasileira”,  aponta Hilcélia.

A conversa com os chefs mexeu com as ideias dos estudantes. O resultado  pode ser conferido no  dia 20. “A interação rendeu momentos emocionantes e de aprendizado para todos”, destaca Meire Oliveira, repórter e uma das editoras do especial.

Parceria

O vídeo foi realizado por meio de parceria com o Instituto Mídia Étnica (IME), organização  voltada para a formação de jovens comunicadores negros, que, no próximo dia 21, comemora dez anos de fundação.

“Essa parceria acontece em um momento muito especial para a instituição, que tem como missão dar visibilidade ao legado cultural e histórico afro-brasileiro”, afirma Paulo Rogério, diretor executivo do IME.

 

 

Extraído do site do Jornal A Tarde / Salvador – BA
http://atarde.uol.com.br/bahia/noticias/1726600-especial-de-20-de-novembro-aborda-heranca-cultural-na-comida

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *