Breaking News

Evento de estudos afro-brasileiros e indígenas oferece palestras e oficinas em Caucaia

Objetivo é possibilitar e fortalecer condições de acesso e permanência dos estudantes de comunidades indígenas e quilombolas

Por Roberta Tavares em Palestra

1 de novembro de 2016 às 06:10

As atividades ocorrerão nos períodos da manhã e da tarde (FOTO: Divulgação)
As atividades ocorrerão nos períodos da manhã e da tarde (FOTO: Divulgação)

 

Nos dias 3 e 4 de novembro, o Instituto Federal do Ceará, campus de Caucaia, receberá o II Encontro para Estudos Afrobrasileiros e Indígenas. O objetivo é possibilitar e fortalecer condições de acesso e permanência dos estudantes de comunidades indígenas e quilombolas.

O evento, que reúne os Núcleos de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Neabi) do IFCE, busca colaborar com o fortalecimento das identidades culturais daqueles grupos. As inscrições são gratuitas, bastando preencher o formulário. A programação pode ser consultada neste link.

As atividades ocorrerão nos períodos da manhã e da tarde. No primeiro dia, após a acolhida aos participantes, a programação seguirá com a mesa-redonda “A reinvenção cultural dos índios e quilombolas por meio da difusão dos Neabi e da educação diferenciada no ensino médio, técnico e superior”. O momento reunirá especialistas de diferentes instituições. Oficinas, como fanzine, culinária e de turbantes, também estão no roteiro da manhã.

Ainda no dia 3, na parte da tarde, estão na programação atividades como o momento de vivência na comunidade indígena Tapeba, em Caucaia, das 14 às 17h, e, já no campus, às 17h20, a apresentação do livro “Um olhar psicopedagógico sobre a africanidade no IFCE”, de autoria dos professores Ricardo Pedrosa e Hamilton Chaves. Apresentação de vídeos, capoeira, roda de conversa, feirinha e forró completam o roteiro da quinta-feira.

No segundo e último dia, sexta, o destaque da manhã fica para a mesa-redonda “Interfaces da atuação das comunidades tradicionais indígena e quilombola no cenário educacional nacional e local: resignificando o pertencimento étnico”, às 9h.

Ainda pela manhã, haverá a apresentação da minuta do regimento de implantação dos Neabi nos campi, para discussão entre grupos de trabalho. À tarde, haverá o retorno dos grupos para apresentação dos trabalhos, votação de diretrizes e princípios gerais do regimento. Mais informações: neabicaucaia@gmail.com

 

Extraído do site do Jornal Tribuna do Ceará / Fortaleza – CE
http://tribunadoceara.uol.com.br/empregos/palestra/evento-de-estudos-afro-brasileiros-e-indigenas-oferece-palestras-e-oficinas/

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *