Breaking News

Exposição sobre arte têxtil africana está aberta a visitas em Paraty, RJ

'Áfricas no Brasil' é da artista plástica, educadora e jornalista Eloísa Marques. Mostra, dividida em três séries, pode ser conferida até 14 de agosto. Do G1 Sul do Rio e Costa Verde 16/07/2016 09h30 - Atualizado em 16/07/2016 09h30  
Obras da exposição 'Áfricas no Brasil' (Foto: Divulgação/Paraty Cultural)
Obras da exposição 'Áfricas no Brasil' (Foto: Divulgação/Paraty Cultural)
  A exposição “Áfricas no Brasil: Arte Têxtil Ancestral na Contemporaneidade Afro-Brasileira” está aberta a visitas na Associação Paraty Cultural, na Costa Verde do Rio de Janeiro. A mostra reúne trabalhos da artista plástica, educadora e jornalista Eloísa Marques, que dedicou os últimos dez anos a estudar os têxteis africanos. "Sobretudo as técnicas artesanais de estampar tecidos da costa Ocidental do Continente Africano", explica nota da organização da exposição. "Os modos de fazer tradicionais estão identificados com grupos étnicos de países como a Nigéria, Burkina – Faso, República do Congo, Senegal, entre outros. São, em sua maioria, fazeres manuais do povo Yorubá, população que se encontra espalhada em toda África Negra e Árabe". A mostra é dividida em três séries: “Orixás”, que apresenta cinco obras; “Baobás", um dos símbolos de cultura africana, que traz seis peças, e “Arte Têxtil”, com nove trabalhos produzidos com a aplicação de técnicas de estamparia artesanal. Ainda de acordo com o comunicado divulgado, a artista — contemplada com o Prêmio Funarte de Arte Negra — cria as peças de forma a buscar uma leitura afro-brasileira. "Vejo os têxteis africanos como um símbolo de resistência, como sagrado, e ao trazer para a cena afro-brasileira, penso nessa mesma resistência, que para mim serve como firmar uma identidade, reconhecer minha origem e prestar uma homenagem aos meus antepassados", diz Eloísa Marques na nota.   Serviço O quê: Exposição "Áfricas no Brasil", de Eloísa Marques Quando: até 14 de agosto; visitação de terça-feira a domingo, das 10h às 22h Quem pode: classificação livre Quanto: entrada gratuita Onde: Sala Dona Geralda da Associação Paraty Cultural/Casa da Cultura, que fica na Rua Dona Geralda, nº 177, Centro Histórico     Extraído do portal de notícias G1 / Sul do Rio e Costa Verde http://g1.globo.com/rj/sul-do-rio-costa-verde/noticia/2016/07/exposicao-sobre-arte-textil-africana-esta-aberta-visitas-em-paraty-rj.html    

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *