Breaking News

Famosos e líderes participam do Prêmio Afro, no Rio


Redação SRZD | 28/01/2015 21h18

 

A entrega do Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro ocorreu na última segunda-feira, no Teatro Rival, no Centro do Rio de Janeiro. Além da coroação dos principais envolvidos em diversas áreas, o eventou celebrou homenagens à primeira bailarina negra do Theatro Municipal, Mercedes Baptista.

premio_afro_620_1

 

Os ganhadores passaram pelo crivo de um júri formado por doze especialistas de várias partes do Brasil que avaliou, de acordo com as peculiaridades de cada região, projetos de artes visuais, dança, teatro e música. Com um investimento total de 1 milhão e 400 mil reais, os vencedores de cada modalidade, de cada um dos cinco cantos do país, levaram para casa, além do troféu da categoria, um prêmio em dinheiro. Todas as cinco regiões brasileiras foram contempladas numa cerimônia repleta de emoções e de sotaques.

A organizadora do evento, Ruth Pinheiro, foi a responsável pela abertura do encontro, que contou com uma série de discursos motivacionais. Segundo o fotógrafo Januário Garcia, que entregou o prêmio na categoria Artes Visuais, a cultura afro deve ser potencializada. “A nossa cultura, de transformação social, é uma das mais antigas do mundo. Nós estamos aqui, hoje, reunidos em torno desse prêmio que simboliza aquilo que temos de maior valor: a matriz de cultura brasileira de raízes africanas”, disse antes de premiar o Projeto Afrolatinas (Distrito Federal), Kolofé – Um Caminho de Expansão Afro Cultural (Paraíba), Kiua Nangetu! Poéticas Visuais de R (Pará), Resíduos do Passado (São Paulo) e Eu Sou Porque Nós Somos (Paraná).

O evento contou com a presença de Luís Carlos Nascimento, representante da Petrobras, patrocinadora oficial do evento, José Milton de Almeida, representante da Fundação Cultural Palmares e personalidades ilustres da cultura negra, como Biza Vianna, o babalaô Ivanir dos Santos, Manoel Dionísio, Carlos Negreiro, Zezé Mota, Adriana Lessa, Flávia Oliveira, colunista do jornal O Globo, do ator Cridemar Aquino, entre outros. Fechando a noite, o grupo Dream Team do Passinho, revelação do ano, animou a plateia com um pocket show.

Confira as imagens do evento:

 

premio_afro_620_2

 

premio_afro_620_3

premio_afro_620_4

premio_afro_620_5

premio_afro_620_6

 

 

Extraído do Blog do Jornalista Sidney Rezende / SRZD
http://www.sidneyrezende.com/noticia/244521+famosos+e+lideres+participam+do+premio+afro+no+rio

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *