Breaking News

Florianópolis ganha a primeira feira de artesanato temática voltada à cultura negra

Publicado em 11/07/2017 às 04:48:54

 

Primeira mulher negra a assumir um mandato popular no parlamento catarinense e brasileiro, Antonieta de Barros teve uma atuação política dedicada a causas como a educação universal, a valorização da cultura negra e a emancipação feminina.


Nesta terça-feira (11), data que marca os 116 anos de nascimento da educadora e jornalista, nascida em Florianópolis, a cidade ganha a primeira feira de artesanato temática voltada à cultura negra. A instalação da Feira Afro-artesanal acontece às 10 horas, na Escadaria do Rosário, integrando um projeto para ocupação cultural de espaços tradicionalmente ligados à ancestralidade africana.

Na abertura da programação será apresentada uma explanação histórica sobre o espaço que dá acesso à Igreja da Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos e sobre o projeto, que contempla ainda outras atividades no local. Na sequência, haverá intervenção musical com cantos em Iorubá e participação de ogãs; declamação de poesias; e participações dos atores JB Costa e Solange Adão, que vão interpretar um encontro simbólico entre o poeta Cruz e Sousa e a educadora Antonieta de Barros, ícones catarinenses da cultura negra brasileira. Também está prevista uma mostra de dança afro e apresentação musical com Neném Maravilha.

Todas as terças-feiras, das 10 às 17 horas, a Escadaria do Rosário contará com barracas padronizadas onde serão comercializadas bonecas, almofadas, bolsas, agendas e camisetas, entre outros produtos artesanais, além de comidas associadas à temática afro-brasileira. Realizada pelo Coletivo de Produtores Afro-artesanais de Florianópolis e pelo Instituto Wilma Garcia, a feira tem apoio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Juventude, por meio da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes.

Além da feira de artesanato, a Escadaria do Rosário será palco também do projeto Sexta Cultural, com apresentação semanal da velha guarda musical da escola de samba Dascuia e convidados. As atividades serão realizadas todas as sextas-feiras, das 18h30 às 21 horas, estimulando a formação de um corredor cultural interligando diferentes espaços musicais no Centro Histórico.

 

Extraído do blog Portal da Ilha / Florianópolis – SC
http://www.portaldailha.com.br/noticias/lernoticia.php?id=41137

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *