Breaking News

Florianópolis recebe Mostra de Cinema Afro-brasileiro e Africano

 

CULTURA

Publicado em 20/05/2016 às 16:14:46

Serão 5 dias de exibições, iniciando no dia 18/06 e finalizando no dia 22/10.

Rede Social
Rede Social

 

O grupo Toque de Melanina,  da escola básica Aderbal Ramos da Silva, no estreito, coordenado pela Proª Maria Aparecida Rita Moreira, em parceria com o Fórum Setoriald e Cultura Negra e o grupo NEGA da UDESC, organizaram uma mostra de cinema afro-brasileiro e africano, com o objetivo de discutir a visibilidade negra na mídia e na sociedade.

“A partir da tela do cinema, possibilidades de debates sobre a cultura e a história africana e a afro-brasileira. Ludicidade, criatividade e conhecimento, auxiliando na construção de uma escola que respeita a diversidade. O negro invisibilizado na mídia ganha as telas nas escolas e tece uma experiência diferenciada. Tecendo na tela abre as portas para o cinema negro e para o debate. Queremos convidá-lo a pensar cinema e educação, a utilizar o cinema como um meio de refletir sobre as questões raciais em nosso país” (texto de divulgação).

O evento conta com o apoio da Coordenadoria Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, sendo que no último dia de exibição contará com a Coordenadora Flavia Lima como debatedora na atividade.

As exibições ocorrerão na Casa da Memória,  serão gratuitas e abertas ao público. Confirma abaixo a programação e participe.

 

18/06
9h – ABERTURA
9h45min – NZINGA (109’) 1:49
Debate – Mulheres negras e resistência.

09/07
8h30min – Cidadão invisível (20’)
Debate – A presença negra em Santa Catarina
9h45min – Encontro com Milton Santos – O Mundo
Global visto do lado de cá (90’) (ou outro filme brasileiro
Debate – Milton Santos – Você conhece?

27/08
8h30min – Documentário: Sotigui Kouyaté: um griot no
Brasil
9h45min – KEITA, O LEGADO DO GRIOT (96’) 1:36
Debate – A figura do Griot em África e para além.

24/09
8h30min Ilha dos Orixás
Debate – Religiosidade afro-brasileira
9h45min Negação do Brasil
Debate – Negros na mídia

22/10
9h – ANTONIETA DE BARROS (15’)
Antonieta de Barros – precisamos (re)conhecê-la
9h45min – A exceção e a regra
Racismo – precisamos combatê-lo.

 

 

logo-portaldailha

Extraído do blog de notícias Portal da Ilha / Florianópolis – SC
http://www.portaldailha.com.br/noticias/lernoticia.php?id=38830

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Ilé Asé Omin Oiyn, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Hoje, é editor do Jornal Awùre. Diretor Financeiro da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. Colabora com a assessoria de comunicação do PPLE - Partido Popular da Liberdade de Expressão Afro-Brasileira. É sócio diretor na agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *