Breaking News

Golpista se passa por ‘mãe de santo’, vai até casa de vítima e leva R$ 17 mil em Mogi das Cruzes

Mulher foi abordada na área central da cidade por golpista que oferecia ‘serviços religiosos’. Vítima fez quatro empréstimos e sacou dinheiro da poupança para pagar suposta ‘mãe de santo’.

 

 

Por Jamile Santana, G1 Mogi das Cruzes e Suzano

04/11/2017 14h24  Atualizado 04/11/2017 14h24

Vìtima foi abordada na Avenida Voluntário Fernando Pinheiro Franco, conhecida como Avenida dos Bancos, em Mogi das Cruzes (Foto: Vinícius Silva/ TV Diário)

Uma dona de casa de 57 anos teve um prejuízo de R$ 17,5 mil, depois de ser vítima de um golpe em Mogi das Cruzes.

Segundo o boletim de ocorrência registrado no 1º Distrito Policial nesta sexta-feira (3), como estelionato, a golpista chegou a ir até a casa da vítima e feito “um trabalho religioso”.

A vítima contou à polícia que no dia 21 de agosto, pela manhã, ela estava caminhando pela Avenida Voluntário Fernando Pinheiro Franco, na área central, quando foi abordada por uma mulher branca, de olhos verdes, alta e de cabelos loiros, que se identificou como “Mãe Cristina”.

A mulher teria dito que “havia percebido que a vítima encontrava-se com algum problema pessoal”.

A vítima começou então a desabafar com a suposta mãe de santo que se ofereceu para fazer “um trabalho religioso” na casa da vítima.

Depois de finalizar o suposto trabalho, a mulher disse que a vítima tinha que comprar diversos alimentos para ela, como carne, farinha, café, açúcar, arroz, azeite, feijão, vela, algodão e mel.

Ela disse ainda que o valor pelo serviço era de R$ 15 mil e que se a vítima não pagasse, ela faria “um trabalho para que ela morresse com a boca sangrando”.

Assustada, a dona de casa foi a duas agências bancárias onde fez quatro empréstimos e retirou R$ 4,8 mil da conta poupança. Depois a golpista voltou a procurar a vítima e teria pedido ainda mais R$ 100 mil. A vítima então foi a polícia.

 

Extraído do portal de notícias G1 / Suzano e Mogi – SP
https://g1.globo.com/sp/mogi-das-cruzes-suzano/noticia/golpista-se-passa-por-mae-de-santo-vai-ate-casa-de-vitima-e-leva-r-17-mil-em-mogi-das-cruzes.ghtml

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *