Breaking News

Homem é baleado em praça do Centro de Niterói

Vítima estava na Praça do Rink quando foi atingida pelos disparos. Houve correria entre comerciantes e pedestres Beatriz Cruz em 4/08/2015  
Vítima estava na Praça do Rink quando foi atingido por dois disparos, um na cabeça, outro no abdômen. Foto: Douglas Macedo
Vítima estava na Praça do Rink quando foi atingido por dois disparos, um na cabeça, outro no abdômen.
Foto: Douglas Macedo
Um homem foi baleado na cabeça, por volta das 18h40 desta terça-feira, na Praça do Rink, no Centro de Niterói. De acordo com a assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros, a vítima foi identificada como Alessandro dos Santos, de 39 anos. Ele foi atingido com quatro tiros e encaminhado para o Hospital Azevedo Lima, no Fonseca, em estado gravíssimo. Testemunhas disseram que na hora do crime todos correram para se proteger e, por isso, não conseguiram ver as feições do atirador. De acordo com um comerciante, que preferiu não se identificar, minutos antes do crime, a vítima estava sentada em um banco da praça ao lado de uma mulher. Uma outra testemunha disse que após ter disparado, o criminoso teria corrido até o portão da praça e depois caminhado normalmente para longe da cena do crime. Cerca de 50 metros do local onde ocorreu o crime há uma cabine de polícia, que segundo populares, estava vazia. Segundo o comandante do 12º BPM (Niterói), coronel Fernando Salema, o atirador fugiu em direção ao Morro do Estado. Ainda de acordo com o coronel, por causa das circunstâncias do crime, “tudo leva a crer que foi uma execução”. Salema informou que a região é patrulhada por equipes da PM, portanto não haverá reforço. O caso foi registrado na 76ª DP (Centro). Até o fechamento desta edição, a Secretaria de Estado de Saúde não informou o estado de saúde da vítima. Crimes – Não é a primeira vez que a Praça do Rink é palco de violência. Há cerca de um mês, dois irmãos foram executados no local em menos de 24 horas. O primeiro foi um adolescente, de 15 anos, identificado como João Vitor da Silva Tavares, executado na Rua General Andrade Neves, na altura da praça. Já Carlos Eduardo Tavares, de 27 anos, foi morto em frente a um bar na esquina das ruas Quinze de Novembro e Doutor Borman.   Redação Awùre: Alessandro dos Santos é candomblecista e colaborador da ASPUC   Extraído do site do Jornal O Fluminense / Niterói – RJ http://www.ofluminense.com.br/pt-br/cidades/homem-%C3%A9-baleado-em-pra%C3%A7a-do-centro-de-niter%C3%B3i

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *