Breaking News

Homem que se dizia pai de santo é preso após engravidar menor em Araxá

Adolescente de 14 anos e jovem de 20 ficaram grávidas no que o preso disse ser um ritual. Polícia acredita que número de vítimas pode ser maior

 

postado em 13/07/2017 12:26 / atualizado em 13/07/2017 16:16

 Cristiane Silva

O homem, que não teve o nome divulgado, pode pegar até seis anos de prisão pelo golpe (foto: Polícia Civil/Divulgação)

Um homem de 37 anos foi preso em Araxá, no Alto Paranaíba, por violações sexuais mediante fraude e charlatanismo. Segundo a Polícia Civil da cidade, se passando por pai de santo, ele engravidou uma menor de idade e uma jovem em um suposto ritual. Se condenado, ele pode ter pena de 2 a 6 anos de prisão. A polícia suspeita que o número de vítimas pode ser maior. 
Saiba mais

 

 

O preso, que não teve o nome divulgado, foi apresentado na manhã desta quinta-feira pelos delegados Paula Lobo Dib, responsável pelo inquérito, e Vitor Hugo Heisler. Segundo eles, os crimes ocorreram em 2016, quando as vítimas tinham 14 e 20 anos. Elas disseram que mantiveram relações sexuais com o autor, que dizia que estava incorporando uma entidade espiritual. Segundo as investigações, o ato sexual ajudaria “a resolver os problemas pessoais delas”.

“As vítimas procuraram o Conselho Tutelar porque elas estavam sendo ameaçadas caso procurassem a Polícia Civil”, explica a delegada Paula. “O Conselho Tutelar informou, por meio de relatório de atendimento delas, os fatos que estavam ocorrendo”, detalha. 

De acordo com a policial, o investigado confirmou os fatos. “Ele confirma que manteve relação sexual com as vítimas, mas alega que elas quiseram manter relação sexual com ele, que não foi forçado. O argumento dele é nesse sentido, mas ele confirma que seria um pai de santo, que fazia trabalhos espirituais, que, inclusive, esses trabalhos poderiam envolver sim relação sexual”, diz Paula Lobo. O homem foi detido em 5 de julho e já teve a prisão preventiva decretada. 

Ainda segundo a delegada, o homem pode ser condenado por outros crimes, já que ele ameaçou as vítimas. Ela também não descarta que ele tenha aplicado o golpe em outras mulheres, já que ele dizia que este era o “trabalho” dele.

 

Extraído do portal UAI, do Diarios Associados / Belo Horizonte – MG
http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2017/07/13/interna_gerais,883558/homem-que-se-dizia-pai-de-santo-e-preso-apos-engravidar-menor-em-araxa.shtml

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *