Breaking News

I CONFERENCIA ESTADUAL DE POVO DE TERREIRO DO RS

* Baba Diba de Iyemonja
O Rio Grande do Sul de Matriz Africana, vive um momento histórico. O Povo de Terreiro conquista junto ao governo do estado O Comitê Estadual de Povo de Terreiro, que não é apenas uma conquista singular, mas uma conquista que dialoga com um complexo ações que mudarão a história do Povo Negro no RS. O que parecia utopia, torna-se realidade. Esta é uma demonstração que como o povo quando quer e reaviva a memória do seu caráter coletivo, faz e modifica. O comitê entre tantos atributos, deve entregar um diagnóstico da questão racial no RS e apontar a criação imediata, inconteste da Secretária Estadual de Promoção da Igualdade Racial. O povo negro gaúcho espera isto do governador Tarso Genro. Muitas Cidades e Regiões do estado do RS mobilizam seus terreiros para as etapas Municipais e/ou regionais da conferencia que culminará na conferencia Estadual de 20 a 23 de março de 2014 em Porto Alegre pretende reunir 500 delegados estaduais e 250 convidados e observadores.
A Conferencia Municipal de Porto Alegre acontecerá dia 26 de fevereiro no Auditório dos Correios e Telégrafos e pretende reunir 250 pais e Mães de Santo além de convidados e observadores.
Esta é uma conquista história para o Povo de Terreiro do Brasil, uma ação pioneira conquistada através de um diálogo qualificado com o governo do estado e cada vivenciador da tradição de matriz africana do Povo de Terreiro deve honrar esta conquista participando massivamente de todos os processos. O desafio esta posto! O pirão esta na mesa! O bode está na sala, como diriam nossos mais velhos. Mãos a obra, vamos dizer ao estado pela primeira vez, qual o modelo de política que queremos para o nosso povo.
Pelo respeito à tradição de matriz africana!
Pelo respeito ao povo de terreiro!
Pelo respeito ao estado laico!
Pelo respeito a história e memória de um povo que construiu e constrói este pais!
Pelo respeito à ancestralidade negro-africana!
Este movimento não é um movimento de turbantes e de vaidades, mas sim um movimento de cidadania. Não vamos permitir que os lados e correntes nos dividam. Somos um só, Africa é nosso lado e nossa corrente. Vamos lutar juntos pelo que nos iguala, Entre direita e esquerda somos negros e Povo de Terreiro!.
A hora é agora!
Convocamos todos e todas para construir este momento histórico, venha colocar seu nome nesta página da história de luta e dignidade do nosso Povo, nossos ancestrais esperam isso de você e nos aguardam.

 

Baba Diba de Iyemonja
unnamed
unnamed (1)

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *