Breaking News

IFRR sedia audiência pública da Fundação Cultural Palmares

Evento ocorre nesta quinta-feira (14), às 18h, no auditório da instituição.

Será elaborado Plano Setorial de Políticas para a Cultura Afro-Brasileira.

Do G1 RR | 14/08/2014 12h19 – Atualizado em 14/08/2014 12h25

 

ifrr
Evento será no auditório do Instituto Federal de
Roraima (IFRR) (Foto: Neidiana Oliveira/G1)

 

O Instituto Federal de Roraima (IFRR) sedia, nesta quinta-feira (14), uma audiência pública promovida pela Fundação Cultural Palmares, unidade do Ministério da Cultura (MinC) responsável por fomentar a cultura afro-brasileira. O evento é aberto ao público e terá início às 18h, no auditório da instituição, localizado na Avenida Glaycon de Paiva, no bairro Pricumã.

Será elaborado durante a audiência pública o Plano Setorial de Políticas para a Cultura Afro-Brasileira a partir das propostas trazidas pelo segmento afro-roraimense. Ou seja, a Fundação Palmares está convocando todos aqueles interessados na promoção da cultura afro-brasileira e no combate ao racismo a participar do evento.

A atividade será coordenada pelo professor MsC. Arthur Leandro de Moraes Moraja (UFPA), membro do Conselho Nacional de Políticas Culturais (CNPC/MinC). Antes da audiência, ele ministrará uma palestra com o tema “Cultura Afro-Brasileira”. Este evento será as 15h desta quinta.

 

Serviço:
‘Audiência pública da Fundação Cultural Palmares e palestra’
QUANDO: Quinta-feira (14), às 15h [palestra] e às 18h [audiência]
ONDE: No auditório do Instituto Federal de Roraima
QUANTO: Entrada franca

 

Extraído do Portal de Notícias G1

http://g1.globo.com/rr/roraima/noticia/2014/08/ifrr-sedia-audiencia-publica-da-fundacao-cultural-palmares.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *