Breaking News

INTOLERANCIA RELIGIOSA EM SÃO GONÇALO REVOLTA A COMUNIDADE DE MATRIZ AFRICANA

Jovem é impedida de entrar em ônibus por estar vestida com roupas do candomblé

13882190_1299543710098616_3800226982040234981_nPelo visto o Estado do Rio de Janeiro, ainda esta longe de deixar a primeira colocação Nacional de Casos de Intolerância Religiosa, pois a vítima agora é o Município de São Gonçalo, Região Metropolitana do Estado do Rio.
De acordo com o Babalorixá Gilmar de Oya, uma de suas filhas de santo (iywaô) iniciada para o Orixá Omolu (Agosto é o seu mês de comemoração) Fabiana Souza, foi impedida de embarcar no coletivo da linha de ônibus 39 (Coroado-Marambaia) pertencente à Viação Tanguá, o constrangimento ocorreu no bairro de Jardim Catarina, no Município de São Gonçalo, que nos últimos anos vem sendo administrado por evangélicos, onde a maior parte são adeptos congregados as religiões neopentecostais. O fato ocorreu agora no ultimo dia 31 do mês passado, em estado de preceito religioso, a agredida vestida de branco com seus fios sagrados (vestes e adornos do Candomblé), foi impedida pelo motorista de ter acesso no coletivo em direção a sua residência.
O caso (boletim de ocorrência ) foi registrado na 72ª Delegacia Policial sob o número de 928-02318/2016. Segundo Pai Gilmar, o processo será levado aos tribunais para que uma solução seja dado ao caso.

Pai Gilmar Hughes de Oya é Coordenador da Executiva da COMASG – Comissão de Matrizes Africanas de São 13906687_1299543773431943_8552874145037972379_nGonçalo /RJ , Delegado Nacional de Igualdade Racial e Membro da Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileiras e Saúde – RENAFRO, relatou que os moradores e adeptos as religiões de Matrizes Africanas vem sofrendo este tipo de discriminação em outros coletivos de São Gonçalo, que os obrigam a conviver com o cotidiano de fundamentalismo e racismo institucional em seu Município.
Pai Gilmar ainda lembra um outro caso que vem incomodando os adeptos da religião, que trata da demolição do templo histórico da Umbanda, o Centro Espírita onde Zélio Fernandino de Moraes criou a Umbanda. Genuinamente brasileira e afro-brasileira, a Umbanda é um culto aos ancestrais dos índios e escravos e orixás. O templo está localizado no Bairro de Neves, também em São Gonçalo.


Mais informações com Babá Gilmar no tel. 21 97481-6055

 

Por Yango – Fotos Gilmar
Revisão: Awùre

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *