INTOLERANCIA RELIGIOSA EM SÃO GONÇALO REVOLTA A COMUNIDADE DE MATRIZ AFRICANA

Jovem é impedida de entrar em ônibus por estar vestida com roupas do candomblé

13882190_1299543710098616_3800226982040234981_nPelo visto o Estado do Rio de Janeiro, ainda esta longe de deixar a primeira colocação Nacional de Casos de Intolerância Religiosa, pois a vítima agora é o Município de São Gonçalo, Região Metropolitana do Estado do Rio.
De acordo com o Babalorixá Gilmar de Oya, uma de suas filhas de santo (iywaô) iniciada para o Orixá Omolu (Agosto é o seu mês de comemoração) Fabiana Souza, foi impedida de embarcar no coletivo da linha de ônibus 39 (Coroado-Marambaia) pertencente à Viação Tanguá, o constrangimento ocorreu no bairro de Jardim Catarina, no Município de São Gonçalo, que nos últimos anos vem sendo administrado por evangélicos, onde a maior parte são adeptos congregados as religiões neopentecostais. O fato ocorreu agora no ultimo dia 31 do mês passado, em estado de preceito religioso, a agredida vestida de branco com seus fios sagrados (vestes e adornos do Candomblé), foi impedida pelo motorista de ter acesso no coletivo em direção a sua residência.
O caso (boletim de ocorrência ) foi registrado na 72ª Delegacia Policial sob o número de 928-02318/2016. Segundo Pai Gilmar, o processo será levado aos tribunais para que uma solução seja dado ao caso.

Pai Gilmar Hughes de Oya é Coordenador da Executiva da COMASG – Comissão de Matrizes Africanas de São 13906687_1299543773431943_8552874145037972379_nGonçalo /RJ , Delegado Nacional de Igualdade Racial e Membro da Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileiras e Saúde – RENAFRO, relatou que os moradores e adeptos as religiões de Matrizes Africanas vem sofrendo este tipo de discriminação em outros coletivos de São Gonçalo, que os obrigam a conviver com o cotidiano de fundamentalismo e racismo institucional em seu Município.
Pai Gilmar ainda lembra um outro caso que vem incomodando os adeptos da religião, que trata da demolição do templo histórico da Umbanda, o Centro Espírita onde Zélio Fernandino de Moraes criou a Umbanda. Genuinamente brasileira e afro-brasileira, a Umbanda é um culto aos ancestrais dos índios e escravos e orixás. O templo está localizado no Bairro de Neves, também em São Gonçalo.


Mais informações com Babá Gilmar no tel. 21 97481-6055

 

Por Yango – Fotos Gilmar
Revisão: Awùre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *