Breaking News

Iyalorixá Neusa T´Ogun celebra Ipeté de Osun e saída de iyawó

1486858_567682729974374_1490767376_nNo último dia 07 de Dezembro de 2013, a Iyalorixá Neusa T´Ogun, sacerdote do Ilê Omo Ty Ogum, localizado na rua Lírio, 10, no bairro Jardim América – RJ, celebrou o Ipeté de Osun, festa em homenagem a rainha dos rios e cachoeiras, da beleza e do ouro. Ao mesmo tempo, iniciou sua nova iyawó, Patrícia t´Oyá, que teve como padrinho de orunkó, o babalorixá Gabriel de Osogiyan, Babakekerè do Ilé Aiyé Azaunany, que tomado de muita emoção teve o privilégio de pedir o orunkó para alegria dos presentes à festa.

Além de Marcos de Azauany, estavam prestigiando a cerimônia: os zeladores Jane D´Obá , Daniele de Omolu, as ekedy Amanda, mãe do padrinho de orunkó Gabriel de Osogiyan, Juliana d´Iyemanjá, Tania de Oyá, Fátima de Osun, Daniele de Sangó e Maiara de Odé, além dos ogãs Alberto d´Obaluaiyé, Saulo d´Logun-Edé, Marcos André d´Logun-Edé e Sinval de Odé.

Texto: Gabriel d´Osogiyan

Fotos: Gabriel d´Osogiyan

1472731_567682623307718_456865207_n

 

 

1471333_567682766641037_403332804_n

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *