Breaking News

Juliana Paes encarna Iemanjá e faz até extensões no cabelo para baile

Atriz compareceu nesta quinta-feira ao Baile da Vogue em São Paulo 28/01/2016 23H54 - ATUALIZADO EM 29/01/2016 12H23 POR SONIA VIEIRA; FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM    
Matheus Mazzafera e Juliana Paes (Foto: Reprodução/Instagram)
Matheus Mazzafera e Juliana Paes (Foto: Reprodução/Instagram)
Juliana Paes encarnou Iemanjá para a noite de quinta-feira (28), no Baile da Vogue. A atriz usou um vestido longo com franjas, pedrarias e conchas, remetendo à rainha dos mares, idolatrada principalmente entre os baianos. Nos cabelos, ela, que está com as madeixas curtinhas para Totalmente Demais, novela das 7 da Globo, apostou em extensões. Mas quem acha que a atriz errou na temática do baile, a África Pop, está tremendamente enganado. Apesar de ser super popular no Brasil e em Cuba, Iemanjá é na verdade um orixá com origens africanas. "Quando surgiu o tema África logo pensei em vir de Iemanjá", contou para a reportagem de QUEM. E o cabelo alongado? "Já estou acostumada com cabelo grande, mas adoria ter ele assim", disse. vogue154 julianapaes3 vogue222   Extraído do site da Revista QUEM / São Paulo – SP http://revistaquem.globo.com/Carnaval-2016/Sao-Paulo/noticia/2016/01/juliana-paes-encarna-iemanja-e-faz-ate-extensoes-no-cabelo-para-baile.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *