Breaking News

Lavagem do Bonfim em Laranjeiras promete unir religiões

Tanto religiões de matrizes africana, quanto outras

09/05/2017  09:58

O Cortejo e Lavagem do Bonfim que contará com uma programação em comemoração ao 13 de maio (foto: Arquivo Prefeitura de Laranjeiras)

A Prefeitura de Laranjeiras por intermédio da Secretaria da Pesca e da Igualdade Racial (SEPIR) e com a participação da sociedade civil do povo do Axé, vai realizar até 13 de maio a “Semana de Combate ao Racismo e a Intolerância Religiosa”, no município.

A finalidade do evento é proporcionar ações que combatam a discriminação racial e a intolerância religiosa, no sentido de unir forças e fortalecer os Povos Tradicionais do Município de Laranjeiras. Segundo a Secretária da Pesca e da Igualdade Racial (Sepir), Sandra Senna, o marco legal contra o racismo é o Estatuto da Igualdade Racial. “O Centro de Referência Nelson Mandela foi criado em 2013 para auxiliar o cidadão e faz parte de uma rede que reúne 31 instituições. Durante a Semana de Combate ao Racismo e a Intolerância Religiosa em Laranjeiras, teremos ações para mostrar que já é hora de acabar com os casos de racismo. Serão várias ações durante toda a semana para toda comunidade”. Senna explica ainda que existe o racismo pessoal e o institucional. “Muitas vezes ele é velado, pode acontecer quando um cidadão não consegue acessar bens e serviços públicos essenciais devido à sua cor ou é vista de outra maneira por conta de uma religião”.

O município de Laranjeiras é o berço da cultura, de grupos folclóricos de origem africana e de religião de Matrizes Africana trazidas pelos escravos. Por conta disso o evento vai contar em sua programação homenagem para alguns Babalorixás, palestras em escolas públicas e será finalizada com um grande cortejo para a Lavagem da Igreja do Bonfim.   “Entendemos a importância histórica do município na manutenção e preservação da cultura africana em Sergipe. É em Laranjeiras que temos o primeiro terreiro tombado como Monumento de Interesse religioso, histórico e antropológico, “Os Filhos de Obá” e nada mais justo realizar um evento deste para mostrar a riqueza dos negros e sua religiosidade, explana a secretária da Pesca e Igualdade Racial, Sandra Senna.

Evento

O  Cortejo e Lavagem do Bonfim que contará com uma programação em comemoração ao  13 de maio,   dia  que foi assinada a “Lei Áurea”. O início do cortejo em direção à Igreja do Senhor do Bonfim, sai da Praça próxima ao terreiro “Filhos de Obá” por volta das 15h e vai seguir com muita música, dança e fé, pelas ruas de Laranjeiras. “O governo Municipal cumpre um papel fundamental com a Sociedade, através das Secretaria de Igualdade Racial e retoma um importante evento para a comunidade e admiradores”, ressalta a secretária da SEPIR, Sandra Sena.                                                                                  

Esse é um evento organizado pela Prefeitura de Laranjeiras e realização das SEPIR, conta com o participação de diversas instituições: como a Coordenadoria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (COPPIR), da Cúria da Igreja de Laranjeiras, do Fórum Estadual de Religiões de Matrizes Africana, Terreiros, os  povoados e os municípios circunvizinhos e apoio das  Secretarias Municipais da Cultura, Infraestrutura, Educação, Assistência Social,  Turismo de Laranjeiras, Museu da Gente Sergipana e o Sebrae.

Fonte: Ascom Prefeitura de Laranjeiras

 

Extraído do site de notícias Infonet / Aracaju – SE
http://www.infonet.com.br/noticias/cultura/ler.asp?id=199623

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *