Breaking News

Lázaro Ramos se recusa a receber prêmio dado a defensores da cultura afro-brasileira

07/11/2016

João Almeida

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O ator Lázaro Ramos rejeitou recentemente a “Comenda Abdias Nascimento”, dada a pessoas que “contribuem para a proteção e promoção da cultura afro-brasileira”.

Ao UOL, ele alegou que a informação da recusa é verdadeira. Em e-mail enviado na última sexta-feira (4) à comissão do Senado responsável por escolher os homenageados, o ator informou o motivo de tal decisão.

Lázaro afirmou que neste momento do país não se sente “confortável e nem desejoso de nenhuma homenagem”. E ainda escreveu: ”Recuso essa homenagem na esperança de que tenhamos consciência de que o importante não é o aplauso pelo que foi feito e sim o próximo passo a ser dado”.

A comenda foi criada em 2013 para homenagear quem “contribui para a proteção e promoção da cultura afro-brasileira”, e é entregue em novembro, sempre em data próxima ao Dia da Consciência Negra (20), a cinco pessoas ou organizações.

Neste ano, os agraciados foram Lázaro Ramos, o Instituto de Mulheres Negras de Mato Grosso, o cantor e compositor Lazzo Matumbi, a atriz Zezé Motta e o músico Naná Vasconcelos, morto esse ano (1944-2016).

Leia a nota de Lázaro Ramos, divulgada pelo senador Paulo Paim (PT-RS), presidente da comissão da Comenda Abdias Nascimento:

“Abdias do Nascimento foi um homem que estava na trincheira da luta pelos direitos da população negra e menos assistida do país.

Tem uma história de luta que é referência para todos nós que queremos um país mais igualitário.

Neste momento não me sinto confortável e nem desejoso de nenhuma homenagem pois acho que o momento do país é de conscientização, de organização para compreender em que momento histórico estamos e quais passos precisamos dar para fazer com que a tão sonhada igualdade aconteça um dia de verdade.

Então, por esse motivo, recuso essa homenagem na esperança de que tenhamos consciência de que o importante não é o aplauso pelo que foi feito e sim o próximo passo a ser dado”.

Com informações de Maurício Stycer, do UOL.
Extraído do site TV em Foco / São Paulo – SP
Fonte: http://www.otvfoco.com.br/lazaro-ramos-se-recusa-a-receber-premio-dado-a/#ixzz4PUGVwbcD

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *