Breaking News

Má conservação de estátua de Iemanjá preocupa moradora

Ela fez fotos do estado ruim em torno da estátua

Prefeitura diz que vistoria irá verificar a situação.

Vera Lúcia Scaramucci | Internauta, Mongaguá, SP

20/05/2014 13h48 – Atualizado em 20/05/2014 13h48

 

7a3984bc9f156393181731dd97cf20bf
Estátua de Iemanjá em Mongaguá, SP
(Foto: Vera Lúcia Scaramucci/ VC no G1)

 

O estado ruim de conservação da estátua de Iemanjá, no bairro Agenor de Campos, em Mongaguá, no litoral de São Paulo, gera a revolta da moradora Vera Lúcia Scaramucci. Ela enviou imagens por meio da plataforma colaborativa VC no G1.

De acordo com a moradora, por se tratar de um assunto religioso, a estátua deveria receber uma maior atenção da prefeitura. “A lateral está caída, ninguém faz a manutenção e ela está abandonada. Ninguém toma providências. Não fazem nada para conservar a estátua”, afirma Vera Lúcia.

Nota da Redação: A Prefeitura de Mongaguá disse que a reclamação foi encaminhada às Diretorias de Turismo e Obras Públicas, solicitando a vistoria do monumento à Iemanjá para identificar os problemas e programar os serviços necessários.

 

Extraído do Portal de Notícias G1

http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/vc-no-g1-tv-tribuna/noticia/2014/05/ma-conservacao-de-estatua-de-iemanja-preocupa-moradora.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *