Mais uma vez, Crivella faz censo religioso na Prefeitura do Rio

Mais uma vez, Crivella faz censo religioso na Prefeitura do Rio

28 de setembro de 2017 0 Por Sérgio D`Giyan

Para participar do programa Academia Carioca da Secretaria Municipal de Assistencia Social, que estimula a prática de atividade física nas Unidades Básicas de Saúde, é necessário preencher um formulário onde os candidatos respondem perguntas sobre seu estado de saúde.

Tem duas perguntas, contudo, que são intrigantes. Uma, que indaga sobre a cor do pretendente. E a outra, sobre qual religião por ele praticada.

Chegou às minhas mãos uma cópia desse formulário, e por isso, decidi denunciar ao MP – mais uma vez – Crivella e a Prefeitura, porque, mais uma vez, a máquina pública está sendo utilizada para a realização de censo religioso.

Crivella repete a mesma conduta que levou a Guarda Municipal a ser denunciada por mim ao MP. Dessa vez, ele quer saber qual é a religião do cidadão que se inscreve para participar do programa Academia Carioca. Aliás, além da religião, quer saber a sua cor. Em qual academia do Brasil, alguém tem que preencher um formulário em que conste perguntas sobre sua crença e sua cor?

Além de denunciar Crivella ao MP, irei à Justiça para que seja suspensa a distribuição dos formulários pela Secretaria de Assistencia Social para o programa Academia Carioca. “O artigo 5º da Constituição Federal diz que é inviolável a liberdade de consciência e de crença, não existindo qualquer razão, portanto, para uma repartição pública indagar de candidatos a fazerem exercícios físicos através de um programa social, que informem sua crença religiosa e sua cor.

Uma pergunta fica no ar: o responsável na Secretaria de Assistencia Social pela seleção dos candidatos que participarão desse programa pertence a que religião? Seus critérios serão baseados em que? Naqueles que têm religião semelhante a dele? E os que professarem outra crença, estarão automaticamente excluídos? Qual outra razão para saber qual a fé do cidadão que deseja apenas exercitar-se?

Continuo recebendo informações sobre a utilização da prefeitura carioca para objetivos religiosos que contrariem nossas leis.

Vamos continuar mantendo contato. Abraço forte do
 
Deputado Átila Nunes