Breaking News

Malafaia rebate acusações de pai de santo contra evangélicos

O presidente da CEDINE do Rio teve espaço no Programa de Ricardo Boechat na Band News FM

por Leiliane Roberta Lopes | 20/11/2015 – 13:00 – Atualizado em 20/11/2015 – 13:32

 

download
Malafaia rebate acusações de pai de santo

O pastor Silas Malafaia gravou um vídeo para comentar a declaração do presidente do Conselho Estadual dos Direitos do Negro do Rio de Janeiro (CEDINE), Negrogun, durante o programa de Ricardo Boechat.

O homem declarou que igrejas neopentecostais possuem acordo com traficantes, ungem armas e escondem o extermínio de pessoas. “Esse cara está se escorando na raça para defender sua religião, isso é covardia, cara. Você tem que defender o negro, não sua religião ou o negro tem religião oficial? Esse cara está afirmando que existe sistematicamente na TV programas pregando a intolerância”.

Malafaia direciona a crítica para o jornalista que cedeu espaço para as acusações do presidente da CEDINE, lembrando que a Band, onde ele trabalha, é uma das emissoras que mais lucra com espaços alugados para igrejas evangélicas e que antes de ser exibido, a direção avalia o programa.

O pastor evangélico foi além, usou dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para mostrar que boa parte da população negra do Brasil é evangélica, e não das religiões de matriz africana. Os dados são de 11.951.000, 72% são neopentecostais. Já umbandistas e candomblecistas não chegam a 253.000 pessoas.

Malafaia fala de denunciar as declarações, pois a comunidade evangélica é pacífica e democrática. “Isso é uma afronta aos negros, ou por acaso você quer manipular os negros para que eles tenham a religião que você quer que eles tenham”.

 

Assista a entrevista de Negrogun a Boechat:

Assista:

 

Extraído do site religioso Gospel Prime / São Paulo – SP
https://noticias.gospelprime.com.br/malafaia-acusacoes-pai-de-santo-boechat/

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *