Breaking News

Marcha pela liberdade religiosa termina com reação à performance ridícula de uma religiosa

Texto: Sérgio d´Giyan 16.11.2016 15:24

 

Conforme noticiado aqui no Jornal, os terreiros localizados na Federação do Engenho Velho, de Salvador – BA, realizaram ontem, dia 15, a 12ª edição da marcha pela liberdade religiosa e pelo fim da violência e a manutenção da paz entre todas as religiões.  Compareceram ao evento 2 mil pessoas segundo seus organizadores.

Ao final da caminhada, os organizadores entoaram cantigas de Oxalá, pedindo paz e respeito ao Candomblé. Quando os presentes ao evento começaram a se dispersar, uma religiosa, que estava no interior de um templo neo-pentecostal, reagiu histericamente, exortando palavras de rejeição a nossa presença e ao ato que estávamos ali praticando. Alguns irmãos também reagiram a cena ridícula, mas a religiosa foi contida e levada para o interior da igreja por seus companheiros.

Parece piada, mas não é, justamente num evento que trata do respeito às religiões protagonizada por nós, somos alvos de mais um ato de intolerância praticada por adeptos dessas religiões neo-pentecostais que acham que são proprietárias da verdade e da única forma de louvar a Deus. Assistam ao vídeo que já está “bombando” nas redes sociais.

 

Imagem:  Jornal Correio da Manhã

Vídeo enviado por Doné Sonia, representante da FENACAB.

 

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *