Breaking News

Maria Bethânia encanta público em show no Mercado Iaô

Assim que entrou no palco, Bethânia disse que era uma grande honra receber esse convite para cantar no Mercado Iaô

Juliana Montanha (juliana.montanha@redebahia.com.br)

04/12/2016 20:01:00Atualizado em 04/12/2016 22:52:53

 

Maria Bethânia se apresentou no início da noite deste domingo (4) no Mercado Iaô, na Ribeira, em Salvador. A cantora aceitou o convite de Margareth Menezes e subiu ao palco no mesmo dia em que é comemorado o dia de Santa Bárbara – Iansã no candomblé, de quem Bethânia é filha. O show, no espaço cultural da antiga fábrica de Linhos Nossa Senhora de Fátima, abre a terceira edição do Mercado Iaô.

 

 

(Foto: Arisson Marinho/Correio* )
(Foto: Arisson Marinho/Correio* )
(Foto: Arisson Marinho/Correio* )
(Foto: Arisson Marinho/Correio* )
(Foto: Arisson Marinho/Correio* )
(Foto: Arisson Marinho/Correio* )
(Foto: Arisson Marinho/Correio* )
(Foto: Arisson Marinho/Correio* )

E foi cantando a música que leva o nome da santa de quem é devota que Maria Bethânia iniciou sua participação, emocionando os fãs. “Vocês cantaram muito bem. Estão bastante afinados”, elogiou a cantora, que agradeceu o convite de Margareth para cantar em um dia tão especial. “É uma grande honra”, disse. E a homenagem a Iansã também veio nos versos da música Imbelezô / Vento de Lá. O público ainda fez coro nas músicas Explode Coração, Reconvexo e O Que É, o Que É?, emocionando até a dona da festa, Margareth Menezes, que ficou com os olhos marejados.

“Estamos muito felizes em começar essa nova edição do Mercado Iaô no dia de hoje, iluminado e abençoado, com tanta energia positiva e a presença da nossa ilustre convidada Maria Bethânia. É um momento muito especial trazer essa voz, essa simbologia e história de vida que é parte da música brasileira”, derreteu-se Margareth.

E para ver a filha de Dona Canô, teve gente que não poupou esforços, como a secretária Daniele Oliveira, 33 anos, que saiu à 1h de Aracaju e, às 10h, já estava na porta do espaço cultural. “Já vi vários shows dela e vim hoje apenas para vê-la. Assim que o show acabar, pego o último ônibus e vou embora para casa. Valeu muito a pena fazer tudo isso e eu faria tudo de novo. Para onde ela for eu vou atrás”, disse a fã.

Quem também madrugou para assistir Bethânia foi o cabeleireiro Crisvaldo Moreira, 37, que saiu de Camaçari às 6h para estar na porta do local do show às 9h. “Bethânia é rainha, tem que sempre vir para vê-la. Se ela cantasse só Parabéns para Você, a gente estaria aqui do mesmo jeito”, contou.

Recém-operada de uma cirurgia na coluna, a aposentada Suelymar de Souza, 58, confessou que não dormiu a noite toda por causa da ansiedade, esperando o show. “Eu acompanho ela desde que começou. Gosto das canções, da pessoa e da postura que ela tem. Bethânia tem muita bagagem cultural.”

E se o dia era de Santa Bárbara ou Iansã no sincretismo religioso, era também do confeiteiro Klesio Maciel, que completou ontem 42 anos. “Falei para todo mundo que meu aniversário ia ser aqui. Onde a diva está eu preciso estar!”, revelou.

O Mercado Iaô é um projeto que reúne artesanato, moda, acessórios, decoração, gastronomia, artes plásticas, música, teatro, dança, entre outras manifestações culturais da Bahia. No próximo domingo, 11, quem divide o palco com Margareth é a cantora Elba Ramalho. No total, o projeto vai ser realizado durante 10 domingos, sendo encerrado no mês de fevereiro.

 

 

Extraído do site do Jornal Correio 24hs / Salvador – BA
http://www.correio24horas.com.br/detalhe/salvador/noticia/maria-bethania-encanta-publico-em-show-no-mercado-iao/?cHash=4868e9627d0ba4790285a9b676126a22

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *