Breaking News

Matamba

Por Odobi Torogiman | 13/11/2014 12:11h   Figura1 Foto: Internet Inhansã é um título dado por Xangô para Oyá. Ela, também, recebeu de Oxosse um Eruexim com o qual está protegida dos Eguns. Oyá recebeu de Xangô, não só o título, mas também, a incumbência de guiar os mortos a um dos nove céus, conforme suas ações: Orun Alàáfià - reservado para pessoas bondosas, pacíficas, calmas e serenas. Orun Funfun - Pessoas  sinceras, inocentes e com pureza de sentimentos. Orun Babá Eni - Para sacerdotes, Ogans e Ekedis. Orun Afefé - Local para correção de espíritos, podendo voltar ao Aiyê. Orun ìsòlú - Local para julgamento por Olodumarè (Senhor supremo dos destinos), para decidir para onde irá o espírito. Orun Àpàá dì - Local para espíritos sem reparos. Orun Rere - Reservado para pessoas boas em vida. Orun Burúkú - Espaço ruim, ibonan "quente", para pessoas más. Orun Mare - Para aqueles que permanecem, tem autoridade sobre tudo, absolutamente perfeitos.Reservado à Olodumare, Olorun, todos os Nkisis e divindades.   O número nove é sagrado à Inhansã e nove também, são as suas qualidades e quatro são as Oyás de Igbalé. Senhora dos ventos, dos tufões, das nuvens de chumbo, das tempestades... Oyá Bagan - Ba  = Trazer    Gan = Poder   -   Aquela que trás o poder, é associada ao vento e as tempestades e é muito ligada à noite. Guerreira dos ventos e dos estreitos das matas. Oyá Onira - Rainha da cidade de Ira é a doce guerreira ligada às águas de Oxum. Oyá Topè - Guerreira que mora no tempo. Oyá Petu   - Guerreira dos ventos, muito ligada à Xangô e até  confunde-se com ele. Oyá Senó ou Sinsirá - Oyá raríssima, poucos tem conhecimento. Oyá Ijibé ou Ijibí - Guerreira dos ventos frios. Oyá Kará - Guerreira que carrega o ajerê fervendo na cabeça. Oyá Biniká - Senhora dos ventos quentes. Oyá Leié - Guerreira ligada aos ventos dos pássaros. Oyá Igbalé governa Eguns de forma essencial. São mais agressivas que as demais e estão sempre prontas para as guerras. As quatro Oyás Igbalés são: Oyá Egunita - Igbalé que vive com os mortos (eguns) no vento do bambuzal. Oyá Funan - Igbalé  que encaminha os mortos (eguns). Mora no centro do bambuzal. Oyá Padá - Igbalé que ilumina o caminho dos mortos. Oyá Tanan ou Furé - Igbalé aquela que recebe os mortos no portal do bambuzal.   Por ser um Nkisi muito querido e respeitado dentro do Candomblé, existem várias histórias mitológicas sobre Oyá, que não falaremos no momento, pois não pararíamos por aqui. Essas histórias ficam para outra oportunidade, mas isso mostra o quanto  esse Nkisi é adorada e é ligada  ao Nkisi Tempo e quanto é vasto seu vento e suas tempestades sobre nós.   

About The Author

Sou Odobitorogiman, Nação de Angola, Raiz de Berú, filha de Tata Tambalajô, neta de Tata Untalangê, bisneta de Tata Rufino de Berú, tataraneta de Tata Miguel Arcanjo.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *