Breaking News

Matriz africana é festejada com eventos em Salvador

Eduarda Uzêda | Qui, 20/11/2014 às 07:31 | Atualizado em: 20/11/2014 às 07:34

 

Gajé | Divulgação
Gajé | Divulgação

 

A Sanbone Pagode Orquestra se apresenta nesta quinta no Teatro Sesc Casa do Comércio

Música, artes plásticas, teatro, cinema, seminários, debates  e performances variadas. Salvador será palco de diversas expressões artísticas e ações afirmativas, nesta quinta-feira, 20, Dia Nacional da Consciência Negra.

Na data da morte de Zumbi dos Palmares – figura histórica e símbolo de resistência do povo negro -, será mostrada a pluralidade da arte de matriz africana e o debate da realidade dos afrodescendentes.

Impossível falar de todos os eventos, mas vale agendar alguns. Para começar, a exposição Orixas Jazz, da artista plástica Bárbara Tércia, nesta quinta, 20, às 20 horas, na Galeria da Aliança Francesa.

 

Exposição Orixas Jazz, da artista Bárbara Tércia, começa nesta quinta
Exposição Orixas Jazz, da artista Bárbara Tércia, começa nesta quinta

 

Símbolos da cultura afro

Bárbara dialoga com o artista francês Henri Matisse e afirma que expõe “61 trabalhos,  com  signos e símbolos ligados à cultura afrobrasileira contemporânea”.

Já os apreciadores de música têm como opção o concerto Afrologia, com o Sanbone Pagode Orquestra, às 20 horas, no Teatro Sesc Casa do Comércio. Os artistas Carla Visi, Magary Lord e Leo Santana participam do evento.

O maestro Hugo Sanbone, regente da orquestra, afirma que o concerto apresenta “a  evolução da música de influência da cultura afro-descendente no continente americano”.

Exibição de Filme

E que tal nesta sexta, 21, às 19 horas, assistir a “Mocambo Akomabu”, documentário com foco na comunidade quilombola Alto do Tororó, localizada em São Tomé de Paripe? A iniciativa é de João Paulo Diogo. O filme será lançado no Centro Cultural Plataforma.

A peça “Sortilégio II – Mistério Negro de Zumbi Redivivo” estreia nesta sexta no Vila Velha, às 20 horas. Texto de Abdias Nascimento, direção de Ângelo Flávio.

E tem ainda o Sarau da Onça, no bairro Novo Horizonte, que discutirá gênero e sexualidade com  performances de dançarinos do grupo The Fabulous. O encontro acontece sábado, às 19 horas.

 

Programe-se!

 

Extraído do site do Jornal A Tarde / Salvador-BA
http://atarde.uol.com.br/cultura/noticias/1640602-matriz-africana-e-festejada-com-eventos-em-salvador

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *