Breaking News

Menina pode ter sido vítima de ritual de magia negra

Jovem está em coma. Seu corpo estava com cicatrizes em forma de cruz e cabelo havia sido raspado

Divulgação
Divulgação

JUSTIÇA CRIME07:21 – 21/04/16POR NOTÍCIAS AO MINUTO

A família de uma menina de 10 anos, que pode ter sido vítima de um ritual de magia negra em Teresina, Piauí, entregou à polícia um franco contendo um líquido que a criança supostamente teria ingerido, segundo o Conselho Tutelar de Teresina. O conteúdo do frasco será analisado por um laboratório do estado de Goiás, para tentar identificar o teor e os componentes do líquido. O laudo deve sair em 10 dias.

 

Segundo informações ao G1,  conselheira responsável pelo caso, Socorro Arraes, disse que “A polícia recebeu um vidro contendo uma bebida que pode ter sido oferecida para a criança no momento do ritual. Mas somente após análises poderemos afirmar se foi ou não o líquido ingerido pela menina. O fato é que ela está em coma depois de ter ingerido”,

A jovem está no Hospital de Urgência de Teresina ainda desde 14 de abril com marcas de tortura e intoxicação. Ela está em coma e sem apresentar nenhum tipo de reação. Seu corpo estava cheio de cicatrizes em forma de cruz e seu cabelo havia sido raspado. Médicos informaram que as chances de sobrevivência da criança são pequenas.

 

 

Extraído do site do portal de notícias português Notícias ao Minuto
http://www.noticiasaominuto.com.br/justica/213719/menina-pode-ter-sido-vitima-de-ritual-de-magia-negra?utm_source=gekko&utm_medium=email&utm_campaign=daily

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *