Breaking News

Ministro é homenageado por seu trabalho pela inclusão do negro

Henrique Paim recebeu a Medalha do Mérito Cívico Afro-brasileiro nesta terça (13), em São Paulo

 

por Portal Brasil | Publicado: 14/05/2014 14:28 | Última modificação: 14/05/2014 14:28

 

O ministro da Educação, Henrique Paim, recebeu a Medalha do Mérito Cívico Afro-Brasileiro, entregue às pessoas que trabalham pela inserção do negro na sociedade. A outorga aconteceu no campus da Faculdade Zumbi dos Palmares, na capital paulista, onde o ministro proferiu palestra aos estudantes.

A medalha, entregue nessa terça-feira (13), é uma realização da Sociedade Afro-brasileira de Desenvolvimento Sócio Cultural (Afrobras) e da Faculdade Zumbi dos Palmares. Ela homenageia pessoas físicas e jurídicas que se destacam na valorização do respeito à diferença, tolerância e igualdade de oportunidades, contribuindo para a elevação moral, social e inserção socioeconômica, cultural e educacional dos negros brasileiros.

A Faculdade Zumbi dos Palmares, criada pela Afrobras em 2003, tem como objetivo promover a inclusão socioeconômica e educacional de jovens negros e indivíduos de baixa renda na sociedade, garantindo acesso ao ensino superior, capacitação tecnológica de excelência e inserção no mercado de trabalho qualificado.

A instituição conta com 1.500 alunos, dos quais 85% se declaram negros, nos cursos de graduação em administração e direito e tecnológico em transporte terrestre e em recursos humanos, pedagogia e publicidade. Além disso, a faculdade promove cursos livres de capacitação e inserção sociocultural para a população em geral. Além do vestibular tradicional, os alunos também podem usar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para o acesso à universidade.

Fonte:
Ministério da Educação

 

Extraído do Portal Brasil.gov

http://www.brasil.gov.br/educacao/2014/05/ministro-e-homenageado-por-seu-trabalho-pela-inclusao-do-negro

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *