Breaking News

Morre Mãe Lurdes, do Ylê Axé de Oya

Por mais de 40 anos, Mãe Lurdes comandou o mais importante terreiro do Jardim Alvorada
Por mais de 40 anos, Mãe Lurdes comandou o mais importante terreiro do Jardim Alvorada

Está sendo velado na capela do Prever, em frente o Cemitério Municipal, o corpo da Ialorixá Mãe Lurdes, a Sandya, responsável pelo terreiro de candomblé Ylê Axé de Oya, no Jardim Alvorada.

Maria de Lourdes Nascimento, a mais importante mãe de santo de Maringá  e representante das religiões afros no Grupo Diálogo Interreligioso (GDI), tinha 70 anos e morreu na madrugada desta quarta-feira. O sepultamento será às 17h30 no Cemitério Municipal.

A Ialorixá foi iniciada em 1975 no candomblé de nação Angola, pelo baiano Tata Pereira, tendo o axé de sua casa plantado primeiramente nesta nação. Hoje o Ylê de Axé de Oya tem como ritual predominante o candomblé de nação Keto

“Como todas as religiões, nós buscamos a paz”, disse Mãe Lurdes durante um encontro do GDI, grupo que reúne o arcebispo católico dom Anuar Battisti, representantes das igrejas evangélicas, budistas, baha’is, espíritas e islâmicos. “Unindo-se, as religiões mostram que o povo deve se unir também”. Segundo ela, “somos todos filhos de Deus, da Mãe Natureza e da Mãe Terra, então somos todos irmãos”.

 

Extraído do blog do Colunista Luiz de Carvalho do Jornal O Diário / Maringá – PR
http://blogs.odiario.com/luizdecarvalho/2016/07/13/morre-mae-lurdes-do-yle-axe-de-oya/

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *