Breaking News

Mostra em Volta Redonda, RJ, revela cultura afro através dos sabores

Exposição do Instituto Dagaz é baseada no livro 'A Cozinha dos Quilombos'. Ela pode ser vista no Espaço das Artes Zélia Arbex, até 7 de abril. Do G1 Sul do Rio e Costa Verde 25/03/2016 12h49 - Atualizado em 25/03/2016 12h49    
Exposição homenageia cultura afro (Foto: Divulgação/Instituto Dagaz)
Exposição homenageia cultura afro
(Foto: Divulgação/Instituto Dagaz)
Pensando em apresentar a cultura afro por meio da culinária, o Instituto Dagaz lançou um livro chamado "A Cozinha de  Quilombos: sabores, territórios e memórias". A obra virou exposição que pode ser vista até 7 de abril, no Espaço das Artes Zélia Arbex, em Volta Redonda, no Sul do Rio de Janeiro. A mostra conta com trabalhos dos fotógrafos Davy Alexandrisky, Wallace Feitosa e Lidiane Camillo,  que irá expor pela primeira vez. "Traduzir em imagens os sabores e gostos da culinária quilombola, foi um prazer e uma experiência indizível. Foram 40 duros dias de trabalhos e centenas de quilômetros rodados nas estradas do estado, visitando os Quilombos, ouvindo muitas estórias e comendo muito bem", contou Davy, através de nota. De acordo com as informações do instituto, o livro é um passo para o registro da cultura afro-brasileira e seu reconhecimento. "A obra traz relatos e fotos dos pratos tradicionais das comunidades quilombolas que foram mapeadas e ainda revelou uma forma diferente de manifestar sua cultura, afetos e chamar atenção para questões sociais que ainda permeiam seu território, através da sua culinária", explicou a diretora do instituto Marinêz Fernandes.   Serviço O quê: Exposição 'A Cozinha de  Quilombos: sabores, territórios e memórias' Quando: até 7 de abril; visitas diariamente de 10h às 19h Quem pode: classificação livre Quanto: entrada de graça Onde: O Espaço das Artes Zélia Arbex fica na Rua 14, s/nº, no bairro Vila Santa Cecília.       Extraído do portal de notícias G1 / Sul do Rio e Costa Verde http://g1.globo.com/rj/sul-do-rio-costa-verde/noticia/2016/03/mostra-em-volta-redonda-rj-revela-cultura-afro-atraves-dos-sabores.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *