Breaking News

MPF acolhe denúncia contra Gladiadores, da Igreja Universal

Candomblecistas e umbandistas reuniram vídeos em que, segundo eles, integrantes do grupo denunciado ameaçam a integridade física dos praticantes das religiões afro-brasileira

CAIO BARBOSA | 26/03/2015 00:15:06

 

Rio -Representantes de religiões de matriz africana, como umbanda e candomblé, obtiveram uma vitória com a decisão do Ministério Público Federal (MPF) na Bahia de instaurar inquérito civil para apurar as denúncias de intolerância religiosa que foram protocoladas pelo órgão na última segunda-feira, nas capitais de todo o país, inclusive no Rio.

As denúncias são direcionadas especificamente ao recém-criado grupo Gladiadores do Altar, da Igreja Universal do Reino de Deus.

 

Praticantes da umbanda e do candomblé denunciaram ao MPF na segunda-feira, no Rio, as práticas dos Gladiadores do Altar, da Universal Foto:  Uanderson Fernandes / Agência O Dia
Praticantes da umbanda e do candomblé denunciaram ao MPF na segunda-feira, no Rio, as práticas dos Gladiadores do Altar, da Universal
Foto: Uanderson Fernandes / Agência O Dia

Candomblecistas e umbandistas reuniram uma série de vídeos que, segundo eles, configuram ameaça à integridade física dos praticantes das religiões afro-brasileira. “Tivemos um caso emblemático no dia 21 de janeiro de 2000 e, de lá para cá, muitos outros, mas nada foi feito. Temos que dar um basta nesta intolerância. A gente não suporta mais”, explicou o babalorixá Babá Pecê, coordenador nacional do Movimento Povo de Santo.

O caso ao qual Pecê se refere é de Mãe Gilda de Ogum, que teve o terreiro invadido em Salvador por fiéis da Universal no fim de 1999. A data de sua morte, por complicações cardíacas, em janeiro de 2000, foi transformada em Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa.

“Nossa obrigação é proteger os pilares da integridade religiosa. A representação será protocolada, distribuída, vai receber um número. Um procurador da República será designado para atuar no caso”, disse o procurador-chefe Pablo Barreto.

 

'Gladiadores do Altar' da Universal provocam polêmica e já atraem jovens do Rio Foto:  Reprodução Facebook
‘Gladiadores do Altar’ da Universal provocam polêmica e já atraem jovens do Rio
Foto: Reprodução Facebook

O procurador regional dos Direitos dos Cidadãos na Bahia, Edson Abdon, disse ao jornal ‘A Tarde’ que os Gladiadores do Altar “têm características perigosas” e por isso serão investigados.

O MPF ainda não decidiu em qual estado ficarão concentradas as investigações, se na Bahia, onde as denúncias foram acolhidas, em São Paulo, sede da Igreja Universal, ou em Brasília. A primeira medida a ser tomada deverá ser a convocação de uma audiência pública entre as partes para buscar um acordo.

A Igreja Universal se colocou à disposição da Justiça para quaisquer esclarecimentos e reiterou que preza pelo respeito aos fiéis de todas as religiões. Em relação aos Gladiadores do Altar, a ela garante se tratar apenas de um projeto pacífico de ensino religioso, nada além disso.

Extraído do site do Jornal O Dia on line
http://odia.ig.com.br/noticia/rio-de-janeiro/2015-03-26/mpf-acolhe-denuncia-contra-gladiadores-da-igreja-universal.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *