Breaking News

Mulher mata mãe de santo e alega que vítima fez ‘feitiço’ contra loja dela

Além da comerciante, outra mulher foi detida por envolvimento no crime. Dona da loja já tinha sido filha de santo da vítima.

Do G1 BA | 23/04/2015 14h07 - Atualizado em 23/04/2015 14h07   A prisão de uma comerciante de 43 anos e de uma dona de casa de 23, suspeitas de matarem a mãe de santo Ivanir de Almeida Pereira, foi anunciada pela Delegacia Territorial (DT) da cidade de Euclides da Cunha, a cerca de 310 quilômetros de Salvador, na manhã desta quinta-feira (23). A vítima foi encontrada estrangulada no interior da casa onde morava, no Jardim das Acácias, em 11 de abril. Durante anos, a comerciante foi filha de santo de Ivanir, mas passou a frequentar outro terreiro, na cidade vizinha de Quijingue, na Bahia, pertencente a um pai de santo conhecido como Zé. Conforme a polícia, em depoimento, a suspeita disse que o negócio que comandava passou a dar prejuízo e que, segundo o pai de santo, o motivo eram os trabalhos feitos contra ela pela mãe de santo. Através da assessoria da Polícia Civil, o delegado Paulo Jason Falcão, titular da unidade policial, disse que a comerciante deduziu que com a morte de Ivanir, seus problemas financeiros acabariam. No dia do crime, a comerciante pediu à dona de casa que fosse à residência da vítima, que estava à venda, mostrando-se interessada pelo imóvel. A comerciante permaneceu distante algumas quadras aguardando as mulheres entrarem no imóvel. Sem ser percebida pela mãe de santo, a suspeita entrou também na casa, trancou a porta e, usando uma corda que trazia na bolsa, estrangulou a mãe de santo, que morreu no local. Ainda segundo informações da Polícia Civil, uma testemunha teria visto a vítima conversando com uma das suspeitas na data em que foi encontrada morta. Ainda de acordo com a polícia, a comerciante foi presa no dia 14 deste mês, quando já estava com as malas prontas para fugir para São Paulo (SP). Já a dona de casa, foi presa no dia 17 de abril. Ela informou em depoimento à polícia que não sabia das intenções da amiga.     Extraído do Portal de Notícias G1 / Bahia http://g1.globo.com/bahia/noticia/2015/04/mulher-mata-mae-de-santo-e-alega-que-vitima-fez-feitico-contra-loja-dela.html    

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *