Breaking News

Mulheres são baleadas a caminho de terreiro na Federação

Crime aconteceu em frente à boate ED Dez. As vítimas estavam acompanhadas de uma criança e um deficiente físico

Da Redação (redacao@correio24horas.com.br)

27/10/2014 19:00:00Atualizado em 28/10/2014 09:49:53

 

Duas mulheres foram baleadas a caminho de um terreiro de candomblé que fica no Alto do Gantois, no bairro da Federação, no final da tarde desta segunda-feira (27). O crime aconteceu por volta das 17h, na frente da boate ED Dez. As vítimas, Ayane Seixas da Silva, 18 anos, e Lindinalva dos Santos, 34 anos, são primas e eram frequentadoras do local. Elas estavam acompanhadas de uma criança e um rapaz portador de necessidades especiais no momento do crime.

Segundo o posto de Polícia Civil do Hospital Geral do Estado (HGE), elas estavam no local quando um carro cinza passou pelo local. Ao serem ouvidas pela polícia, as filhas de santo relataram que o comportamento do motorista do veículo lhes chamou a atenção. Após passar pelo grupo, ele fez uma manobra arriscada e retornou para perto de onde elas estavam.

Duas filhas de santo foram baleadas a caminho do Terreiro do Gantois, em frente à boate ED Dez (Foto: Reprodução)
Duas filhas de santo foram baleadas a caminho do Terreiro do Gantois, em frente à boate ED Dez
(Foto: Reprodução)

 

 

Foi neste momento que o ocupante do veículo, que tinha os vidros fumê, começaram a atirar. O modelo e marca do veículo não foram identificados. Ayane, que estava com os trajes que utilizaria no terreiro, foi atingida no ombro esquerdo e no braço direito. A prima dela, Lindinalva, foi baleada no ombro esquerdo.

Nem a criança nem o rapaz que acompanhavam a dupla foram atingidos pelos disparos. As vítimas foram socorridas pela mãe de Ayane para o HGE, onde continuam internadas. O veículo com os atiradores fugiu após cometer o crime, e os envolvidos ainda não foram identificados pela polícia.

As duas primas passam bem, e não correm risco de morrer. O caso será investigado pela 7ª Delegacia Terrritorial (DT/Rio Vermelho). O motivo do atentado ainda não foi determinado pela polícia. No dia 6 de setembro, um caso similar aconteceu no mesmo local – um jovem foi assassinado e três pessoas foram baleadas em um tiroteio durante show do grupo Bailão do Robyssão na casa de shows ED Dez.

Dois grupos trocaram tiros do lado de fora da casa de shows. Ariel Silva Martins, 20 anos, foi atingido no tórax do lado esquerdo e morreu no local. Após os disparos, os suspeitos do crime fugiram. Outras três pessoas foram atingidas pelos disparos.

Orlando Ramos dos Santos Filho, 44 anos, foi baleado no abdômen e na perna direita, Edvaldo Lima Gonçalves, 19, no braço direito, e Carmilton Lima de Jesus, 19 anos, foi atingido na mão esquerda. Os três feridos foram socorridos para o Hospital Geral do Estado (HGE). O caso foi investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

Extraído do site do Jornal Correio 24h

http://www.correio24horas.com.br/detalhe/noticia/filhas-de-santo-sao-baleadas-a-caminho-de-terreiro-na-federacao/?cHash=458de6e4790a769b0ac33383b8d9125f