Breaking News

Museu de Belém recebe exposição sobre religião afro-brasileira

Mostra da fotógrafa Úrsula Bahia será aberta na quinta-feira, 9, às 19h.
A entrada é gratuita.

Do G1 PA

07/06/2016 18h00 – Atualizado em 07/06/2016 18h00

Museu de Belém recebe exposição sobre religião afro-brasileira (Foto: Divulgação/Agência Pará)
Museu de Belém recebe exposição sobre religião afro-brasileira (Foto: Divulgação/Agência Pará)

 

O Museu de Arte Sacra, em Belém, promove a partir da quinta-feira (9), às 19h, a exposição “Quizomba – Como nós nos enxergamos e como os outros nos enxergam”, da fotógrafa paraense Úrsula Bahia. A mostra pode ser visitada até o dia 3 de julho e tem entrada gratuita.

“Quizomba” é um termo comum aos iniciados nos cultos afro-brasileiros e diz respeito às festividades que ocorrem nos terreiros. A mostra reúne 21 fotografias em tamanhos que variam de 50 cm x 75 cm a 1,80 metros e mais 20 imagens em projeção, todas em preto e branco.

As imagens foram feitas em três casas: uma de candomblé, o Terreiro Mam’eto Nangetu; uma de Umbanda de Mina, Nagô Nossa Senhora da Conceição e no Terreiro de Mina Nagô, Glorioso Santo Antônio.

Úrsula conta que a inspiração para este trabalho começou ainda nos anos 1990, quando entrou em contato com o trabalho de outros fotógrafos.

“Depois que conheci os trabalhos de Guy Veloso e Artur Leandro, tive vontade de fotografar umbanda e candomblé. Tenho uma amiga que frequenta o candomblé e ela falou com a mãe de santo dela para me autorizar a fazer o registro, então, comecei. Sou cristã evangélica, mas este fato não me impediu de me aproximar das religiões afro-brasileiras, faço as fotos como em qualquer outro trabalho”, afirma.

Serviço
A exposição “Quizomba – Como nós nos enxergamos e como os outros nos enxergam”  será aberta na quinta-feira (9),às 19h, no Museu de Arte Sacra, na praça Frei Caetano Brandão, no bairro da Cidade Velha,  em Belém. A entrada é gratuita. Para mais informações: (91) 4009-8805/8845.

 

 

Extraído do portal de notícias G1 / Pará
http://g1.globo.com/pa/para/noticia/2016/06/museu-de-belem-recebe-exposicao-sobre-religiao-afro-brasileira.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *