Breaking News

“NA CASA DO RIO VERMELHO – O amor de Zélia e Jorge”

30.08.2016 03:30

 

Luciana Borghi interpretando Zélia Gattai
Luciana Borghi interpretando Zélia Gattai

Integrando a programação especial de primavera do Sesc 70 Anos, a peça teatral “Na Casa do Rio Vermelho – O amor de Zélia e Jorge”, com direção e texto de Renato Santos e interpretação de Luciana Borghi, terá única apresentação, Sábado (10.09), às 19:30, com participação especial do Afoxé Obá de Xangô.

Após apresentações compactas em comemoração ao centenário de Zélia Gattaí no Memorial Casa do Rio Vermelho e na Fundação Casa de Jorge Amado, e curta temporada no Teatro Modulo, o público poderá aplaudir a versão integral do espetáculo no Teatro Sesc-Senac Pelourinho.

A vida do casal Zélia e Jorge é uma aula de história do Brasil, pois ambos fomentaram a cultura de uma forma bem distinta, ele com uma linguagem particular e pitoresca em seus romances que confundem ficção com verdade, e ela, uma autora memorialista, que passeia tanto entre os fatos de um país em construção, como em sua vida ao lado de Jorge Amado na Bahia e no mundo. Mesmo sendo perseguidos e exilados, sempre valorizaram as relações afetivas que vai de Sartre a Neruda, entre tantas personalidades artísticas.

A construção da peça é composta por fatos relatados pela vida e obra de Zélia Gattai, que vira personagem da sua própria história, e tudo acontece num simples momento em que ela vai se despedir sozinha da casa do Rio Vermelho.

03. Luciana Borghi interpretando Zélia GattaíA direção de Renato Santos, prima por uma forma bem naturalista na encenação. A preparação da atriz Luciana Borghi, baseia-se na busca emocional e musical da memória de Zélia. Luciana e Renato se mudaram para Salvador onde intensificaram a pesquisa, que já se debruçam há alguns anos.

O espetáculo é permeado por músicas de Dorival Caymmi, Vinicius de Moraes, Harry Belafonte, amigos de Jorge e Zélia, entre outros gêneros musicais que formam a principal trilha sonora deste romance.

A música será executada ao vivo, pelos experientes músicos baianos, Daniela Penna (percussão) e Eduardo Brandão (violão), como uma personagem que dialoga com as histórias que costuram a narrativa.

O figurino criado originalmente pela estilista Goya Lopes integra o mundo de arte que vivia a autora.

Zélia influenciadora de várias gerações de mulheres brasileiras, considerada uma das melhores escritoras memorialistas, nos presenteia com suas fotos e memórias, criadas com força e doçura.

O espetáculo “Na Casa do Rio Vermelho – O Amor de Zélia e Jorge” terá única apresentação no Teatro Sesc-Senac Pelourinho e seguirá para o Rio de Janeiro e São Paulo.

 

SERVIÇO:

Na Casa do Rio Vermelho – O Amor de Zélia e Jorge

Texto e Direção: Renato Santos / Interpretação: Luciana Borghi

Participação Especial: Afoxé Obá de Xangô

Sábado (10/09/2016), às 19:30, Teatro Sesc-Senac Pelourinho

Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$5,00 (meia)

Informações: (71) 33244519/4529

02. Luciana Borghi interpretando Zélia Gattaí

Fonte: Release ASCOM

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *