Breaking News

Nos caminhos afro

Exposição composta por fotografias em preto e branco de Pierre Fatumbi Verger já foi vista por mais de oito mil pessoas

 

logo dmDIÁRIO DA MANHÃ

DA REDAÇÃO | Enviado em 03/09/2014 às 19h50

 

Será inaugurada, hoje, às 19h, no Museu de Arte Contemporânea – Centro Cultural Oscar Niemeyer a exposição Nos Caminhos Afro, de Pierre Verger, fotógrafo francês radicado na Bahia, cujo trabalho autoral sobre cultura negra é reconhecido internacionalmente. A abertura oficial para visitação pública será amanhã, a partir das 10h. A exposição fica em cartaz em Goiânia até 30 de novembro de 2014. O acesso é gratuito.

De notável qualidade plástica, as fotografias que compõem a exposição revelam a proximidade de povos de origem afrodescendente com o continente-matriz, a África. São registros sobre o cotidiano, a cultura e a religiosidade de descendentes de africanos no Brasil e em mais de 20 países. Nos Caminhos Afro é um convite a uma viagem no tempo com destino às sutilezas e às peculiaridades do universo interpretado por um fotógrafo viajante, que realizou longas expedições de 1932 a 1970. O interesse de Verger pelo povo de origem africana o levou a destinos como Cuba, Haiti, Serra Leoa, Santo Domingos, Estados Unidos etc.

Além das fotografias, os visitantes podem assistir dois vídeos. São eles: Olhares Nômades (2005) e Mensageiro entre dois mundos (1999). O primeiro é composto por trilha sonora original e 600 fotografias sobre cultura popular nordestina. Já o segundo trata-se do documentário de Lula Buarque de Holanda, no qual Verger aparece em sua última entrevista antes de morrer, feita pelo artista Gilberto Gil.

A exibição da exposição Nos Caminhos Afro em Goiás marca a última etapa de um projeto de itinerância que percorreu outras três cidades brasileiras. Antes de chegar à Goiânia, a exposição foi vista por mais de oito mil pessoas em Campina Grande (PB), Teresina (PI) e Campo Grande (MS). Para o curador da exposição, Alex Baradel, a escolha dos destinos foi fundamental no processo de montagem do projeto. “Escolhemos cidades que receberão uma exposição de Verger pela primeira vez. Fizemos questão de mapear museus fora do eixo Sul-Sudeste, que, por tradição, já recebem grandes exposições”, explica. Antes da itinerância, Nos Caminhos Afro foi exibida pela primeira vez em 2012, em Vitória (ES), onde foi vista por mais de cinco mil pessoas.

O projeto de itinerância é uma realização da Fundação Pierre Verger com financiamento da Petrobras por meio do Programa de Incentivo Petrobras Cultural.

Exposição Nos Caminhos Afro

Onde: Museu de Arte Contemporânea – Centro Cultural Oscar Niemeyer (Av. Deputado Jamel Cecílio, 4490, Setor Fazenda Gameleira)

Quando: De 5 de setembro a 30 de novembro

Visitação: Terça a domingo (10h às 16h)

Quanto: Entrada franca

Informações: (62) 3201-4905 www.ccon.go.gov.br

 

Extraído do site do Jornal Diário da Manhã

http://www.dm.com.br/texto/189629-nos-caminhos-afro 

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *