Breaking News

Núcleo de Estudos Afro-brasileiros recebe Prêmio Camélia da Liberdade

Premiação reconhece às iniciativas que promovem ações afirmativas como forma de contribuição para superar desigualdades raciais e sociais

 17/04/2015 14h21 – Atualizado em 17/04/2015 14h34

 

Professora Clara Suassuna foi ao Rio de Janeiro receber o Prêmio
Professora Clara Suassuna foi ao Rio de Janeiro receber o Prêmio

Deriky Pereira – estudante de Jornalismo

O Núcleo de Estudos Afro-brasileiros (Neab) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) recebeu o Prêmio Camélia da Liberdade: Ação Afirmativa, Atitude Positiva. Em sua oitava edição, a Premiação contempla reconhecimento às iniciativas que promovam ações afirmativas como forma de contribuição para superação das desigualdades raciais e sociais, de tal forma que fortaleçam os princípios democráticos que regem a nação brasileira.

A premiação, que se realiza uma vez por ano e é destinada para cinco categorias: personalidades, experiências educacionais, veículos de comunicação, instituições governamentais e empresas. A abrangência da premiação é de todo o território nacional e o Conselho do Prêmio, responsável pela pesquisa e premiação das iniciativas de ações afirmativas é composto por cinco membros com reconhecido mérito nos seus campos de atividades.

image_mini

 

 

 

 

 

brasaoExtraído do site da Universidade Federal de Alagoas
http://www.ufal.edu.br/noticias/2015/04/nucleo-de-estudos-afro-brasileiros-recebe-premio-camelia-da-liberdade

 

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian)