Breaking News

O dever da tolerância

Fazemos questão de que se cumpram as promessas de campanha da manutenção de um Estado laico

 

POR IVANIR DOS SANTOS

06/11/2016 0:00

 

A luta pela liberdade religiosa, pela superação do racismo, por uma sociedade mais justa e mais igualitária, pelo saudável equilíbrio de gêneros, pelo respeito às tradições culturais, principalmente as de matriz africana e ameríndias, passa pela Carta Compromisso assinada por quase todos os candidatos à prefeitura do Rio.

Durante o primeiro turno, fui cauteloso em não declarar o meu candidato. Cobramos de todos eles um compromisso com o desenvolvimento social, a manutenção de conquistas e o avanço na busca de uma sociedade com mais amor e menos violência, seja ela de cunho denotativo ou psicológico. Por sua vez, no segundo turno, fiz a declaração e campanha para o candidato que sempre caminhou ao nosso lado, assumindo um lado com aquele que sempre esteve em nossas oito Caminhadas pela Liberdade Religiosa, empunhando as bandeiras descritas na Carta Compromisso. Aliás, o único candidato que assinou a carta durante o café da manhã marcado para tal.

No entanto, as urnas quiseram uma vitória diferente. O bispo licenciado da Igreja Universal Marcelo Crivella é o novo prefeito da cidade do Rio de Janeiro. Nossa postura democrática e que respeita a diversidade só pode assumir uma postura: aceitar essa vitória.

Não vamos esmorecer na cobrança de políticas públicas que representem a manutenção dos direitos e o avanço na conquista de uma cidade cada vez mais inclusiva, democrática e desenvolvida socialmente.

A Carta Compromisso, assinada por Crivella, será cobrada diuturnamente, ipsis litteris, não só por mim, mas pela comissão que a escreveu conjuntamente. Vale ressaltar que ela contém, entre outros compromissos, a criação de uma Secretaria municipal de Direitos Humanos, Cidadania e Diversidades; e o apoio à agenda da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa.

Fazemos questão de que se cumpram as promessas de campanha da manutenção de um Estado laico, com respeito à diversidade de cor, de credo e de recursos financeiros e sociais.

Desejamos, que mais do que críticos da próxima gestão, possamos ser guardiões dos princípios contidos no documento assinado. Conselheiros na hora de dúvidas ideológicas, ponderadores como os anciões o são, nas questões a serem dirimidas nas culturas tradicionais.

A cidade se encontra por demais maquiada e bem menos capitalizada do que se anuncia aos quatro ventos. Compreendemos a dificuldade do próximo governante. Mas não podemos abrir mão de conquistas e avanços importantes, para as populações que vêm sendo marginalizadas há mais de 500 anos.

Mesmo com a quantidade de votos nulos e na oposição, Crivella foi eleito prefeito para todos os moradores do Rio de Janeiro. E seremos incansáveis na cobrança de que ele administre o município para todos.

Ivanir dos Santos é babalaô e porta-voz da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa

Extraído da versão digital do Jornal O Globo / Rio de Janeiro – RJ
http://oglobo.globo.com/opiniao/o-dever-da-tolerancia-20416272#ixzz4PIJLJlry

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *