Breaking News

O Dida Afro de julho homenageia Cabo Verde nos dias 15 e 16

 

 

Arroz Hauça – foto divulgação

Cabo Verde ainda em festa – acabaram de comemorar a independência (em 27 de junho) e voltam à cena com quitutes da terrinha, na edição de julho do Dida Afro.

O Dida Afro realizar uma grande invasão afro no Rio, que acontece sempre na terceira semana de cada mês – sábado e domingo, na Praça da Bandeira. A cada edição um pais africano é homenageado, além dele, outras sugestões são reeditadas para compor as opções, que são sempre incríveis e com sabores indescritíveis.

Para comemorar o dia da independência de Cabo Verde, a chef Dida Nascimento, convidou o estudante de gastronomia Ernani Morais, e com ele, traz um quitute tradicional para o encontro. O chef cabo-verdiano invade sua cozinha e preparar oFrisnod – prato típico do país. A delícia é uma saborosa polenta (canjiquinha) que compõe-se no seu mais alto grau de requinte, com diversos pedaços de miúdos de boi, lombo de porco, verduras e temperos. Sai por R$ 39,00 (prato individual)

E Dida Afro reedita ainda o Arroz de Hauça – O arroz é uma preparação de origem africana. Foi trazido para o Brasil no século XIX, pelos muçulmanos habitantes do norte da Nigéria e sudeste do Niger. O quitute consiste em uma porção de arroz cozido no leite de coco acrescido de carne seca acebolado e coberto com molho de camarão. Por R$ 49,00 (prato individual).

Galinha de Pipi-piri, também está no cardápio afro – De origem Moçambicana “Pipi-piri”, significa pimenta do diabo africano. Com sobrecoxas de frango marinada em molho feito de pimenta malagueta páprica, suco de limão e leite de coco. Assadas e servidas com arroz branco, banana frita e o molho de Pipi-piri. Por 39,00 (prato individual)

Iguaria de Cabo Verde

Todas as opções ganham entradinha surpresa e sobremesa de pudim de café.

Dida Bar e Restaurante

Rua Barão de Iguatemi, 408 / Praça da Bandeira
Telefone: 2504 0841

Aberto de: terça e quarta: das 12h até 0h / quinta, sexta e sábado: das 12h até 0h. E domingo: das 12h até 20h

Formas de Pagamento: Cartões de débito: Visa e Mastercard
Cartão de Credito: Visa e Mastercard / Ticket Restaurante / Sodexo / Alelo

Capacidade: 40 lugares (sentados)​​

​F​oto anexada do Frisnod – De Bi & Ro

​Foto anexada do Arroz Hauça – Divulgação 

 

Fonte: ASCOM

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *