Breaking News

OAB pede apuração de ataque contra o busto de mãe Gilda

Roseli Servilha | Qui, 12/05/2016 às 22:50

 

 

 Margarida Neide l Ag. A TARDE Monumento foi danificado por vândalos no último dia 4

Margarida Neide l Ag. A TARDE
Monumento foi danificado por vândalos no último dia 4

A Ordem dos Advogados do Brasil, seção Bahia (OAB-BA), divulgou nota pública, na quarta-feira, 11, em que revela indignação com os atos de vandalismo praticados contra o busto de mãe Gilda, no parque do Abaeté, bairro de Itapuã, em Salvador.

ataque ocorreu na madrugada do último dia 4, e o caso foi registrado na 12ª Delegacia Territorial, em Itapuã, pela líder do terreiro Axé Abassá de Ogum, a ialorixá Jaciara de Oxum.

Segundo ela, que é filha de mãe Gilda, houve perícia,  com acesso às câmeras de segurança, mas as imagens estavam escuras: “Não podemos silenciar a  intolerância que vem ocorrendo. Vamos fazer  um protesto para chamar a atenção para esta causa”.

Jaciara disse, ainda, que a Fundação Gregório de Mattos já prometeu que o local será cercado e revitalizado.

Trecho da nota

“Em virtude do lamentável ocorrido, a Comissão de Combate à Intolerância Religiosa solicitará à Diretoria da OAB-BA que encaminhe ofício à Secretaria da Segurança Pública e à Polícia Civil, solicitando especial atenção no tocante à investigação e deslinde deste crime que, seja resultado da violência urbana, seja traço de intolerância religiosa – mais provável -, deve ser duramente rechaçado, bem como à Guarda Municipal, requerendo reforço na região a fim de resguardar o patrimônio público”, diz o texto.

 

 

Extraído do site do Jornal A Tarde  / Salvador – BA
http://www.atarde.uol.com.br/bahia/salvador/noticias/1770330-oab-pede-apuracao-de-ataque-contra-o-busto-de-mae-gilda

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *