Breaking News

Òdúdùwà

Òdùdùwà, na tradição Iyorubá é complicada e polêmica. Alguns sugerem ser um Òrísà feminino a esposa de Òsalá, rainha da Terra. Outros classificam como sendo uma qualidade de Òsalá. Porém, com toda certeza alguns historiadores afirmam que Òdùdùwà é uma divindade feminina da criação de toda matéria, origem da vida. Senhora do universo, Òdúdùwà é o útero da Terra. Primeira ocupante da Terra antes desabitada.

Dotada de temperamento terrível, de difícil convivência nunca se sabe como agradá-la. É a senhora de grande inteligência, de autoritarismo e poder de dominação pela força, sobre tudo e sobre todos. Temperamental e consciente do imenso poder que tem em suas mãos. Adora a beleza das coisas e das paisagens, apreciadora da saúde e da prosperidade alheia, a falta de alegria provoca a sua ira.

Nos tempos primórdios diz a lenda, Olorun concedeu a Òdùdùwà total poder sobre o universo e os demais Òrísàs, entregando-lhe simbolicamente uma cabaça e um pássaro de metal, mas Òdùdùwà passou a reinar de forma cruel e por qualquer motivo mandava arrancar os olhos e o coração das criaturas. Olorun, preocupado tirou parte do poder de Òdùdùwà e entregou a Òsalá, restabelecendo a justiça e a misericórdia. Òdùdùwà a senhora do poder feminino assemelha-se em alguns aspectos a ÌyámìnÒsòròngá, terrível, fria, guardiã do poder e da vida dos habitantes da terra, seu habitat.

Odùduwà é uma das divindades primordiais. Ela é considerada, ao lado de Òbátàlá como o casal primordial e propulsor da criação. Cada um foi incumbido de determinadas funções no papel da criação do universo incluindo o mundo em que vivemos. O universo é visto dentro do culto aos Òrísàs como uma grande cabaça e esta cabaça é representada por Òdùdùwà e Òbátàlá. Òdùdùwà é a parte de baixo da cabaça, ou seja, a Terra e Òbátàlá é a parte de cima da cabaça, o céu. Em terras IyorubáÒdùdùwà é a guerreira legendária.

O nome Òdùdùwà pode ser traduzido como a cabaça de onde jorrou a vida. Muitos costumam se enganar e afirmar que Òdùdùwà seria um Òrísà masculino ao invés de feminino, mas o que ocorre é uma confusão entre a divindade feminina Òdùdùwà com o ancestral iorubano divinizado Oduduá, que na verdade é considerado em território africano como sendo uma forma humana da deusa Òdùdùwà, ou seja, o guerreiro legendário e a deusa Òdùdùwà seriam as mesmas pessoas. Esta é uma visão muito ampla no que concerne à essência divina, mas isso é algo que vai muito além da capacidade de aceitação de algumas pessoas e sacerdotes.

Foi Òdùdùwà quem criou a terra e todo o universo como o conhecemos e, ao lado de Òbátàlá, possibilitou o surgimento da vida. Em Cuba, Òdùdùwà é um Òrísà que rege os segredos dos Egúns e Ikú. Sua representação material alude à formação do mundo, incluindo os reinos animal, vegetal e mineral. Vive nas trevas profundas da noite e tem um só olho fosforescente. Seu símbolo é um cofre de prata, com cadeado, no qual se guarda o segredo da criação.

Seu arquétipo é o de pessoas de vontade de ferro, teimosos em suas apreciações, artistas ou dedicados às letras, de grande capacidade intelectual, reservados, tranqüilos, que não se arrependem de suas decisões. Aqueles que têm o assentamento de Òdùdùwà não devem discutir nem elevar a voz à sua frente, nem realizar mais de duas coisas ao mesmo tempo. Òdùdùwà é um Òrísà de culto, portanto não pode incorporar, não existe fundamentação para iniciá-la na cabeça de ninguém. Mesmo sendo um Òrísà de culto Odùdùwà tem formas para ser acomodada assim como os demais Òrísàs. Sua saudação é “AremúÒdùdùwà, Jekuá!”

About The Author

Sou Huntó Douglas D' Odé, nascido em 07 de maio de 1993, filho carnal de Ekedjí Cobrinha D' Bessen. Nascido para o mundo do Candomblé no dia 03 de fevereiro de 2007, sendo confirmado para o Òrísà Òsún. Fundador da produtora Q.A Produções & Representações, diretor responsável por tudo que é publicado no Espaço Cultural Apeja Omi Onjé Dìdún, produtor de vídeos, escritor afro, palestrante, colunista do Jornal Awùre, professor de danças afro e pesquisador dos cultos africanistas.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *