Breaking News

Oficina de Orientação para o Prêmio de Cultura Afro-Fluminense 2015

Oficina será realizada no dia 21 de agosto no espaço do Rio Criativo

 

A Gerência de Identidades Culturais da Secretaria de Estado de Cultura (SEC-RJ) realiza na próxima sexta-feira, dia 21 de agosto, oficina de orientação para auxiliar as instituições proponentes no processo de inscrição das suas iniciativas no Prêmio de Cultura Afro-Fluminense 2015, lançado no último dia 10 de agosto. O encontro será sediado no Rio Criativo, Rua Frederico Silva, 86 – 8º andar, Praça Onze, Rio de Janeiro/RJ, no horário das 14 às 17 horas.

 

O edital, voltado para instituições privadas sem fins lucrativos e sediadas no estado do Rio de Janeiro a pelo menos três anos, visa premiar 32 iniciativas culturais diretamente relacionadas com a temática afro-brasileira de forma a contribuir para a preservação da memória e do patrimônio imaterial dos povos e comunidades tradicionais de matriz africana, como quilombos e terreiros, e também de grupos artístico-culturais que mantém as tradições dos afoxés, da capoeira, dos calangos, das folias de reis, do jongo etc.

unnamed

A grande novidade desta primeira edição é o fato de não haver contrapartida por parte das instituições, que serão avaliadas por critérios que comprovem a excelência do seu histórico como, o impacto da ação desenvolvida sobre as pessoas que estão inseridas no contexto da iniciativa cultural, o tempo de existência desta iniciativa, o reconhecimento social da atividade e a contribuição para manutenção e renovação das manifestações culturais com as quais se relaciona.

 

Para maiores informações entre em contato através do e-mail premioafrofluminense2015@cultura.rj.gov.br e do telefone (21) 2216-8500, ramal 230 / 232, das 10h às 18h.

 

Por e-mail by Premio Afro

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *