Breaking News

Opô Afonjá celebra os 91 anos de mãe Stella de Oxosse

Yuri Silva | Seg, 02/05/2016 às 22:20

 

 

Mila Cordeiro l Ag. A TARDE Mãe Stella recebeu a visita de filhos ilustres e admiradores, além de homenagens
Mila Cordeiro l Ag. A TARDE
Mãe Stella recebeu a visita de filhos ilustres e admiradores, além de homenagens

O dia 2 de maio, nesta segunda-feira, pode ter pouco significado para a maioria das pessoas, mas para os filhos de santo do Ilê Axé Opô Afonjá – um dos mais históricos e significativos terreiros de candomblé de Salvador -, no São Gonçalo do Retiro, a data reserva grande importância.

É aniversário da comandante da casa, a ialorixá Maria Stella de Azevedo Santos, conhecida publicamente como mãe Stella de Oxóssi e, religiosamente, como Odé Kayodé (“o caçador traz alegria”, em referência ao orixá dela, ligado à caça, às florestas e aos animais).

A movimentação mais intensa que o comum no Afonjá, nesta segunda, anunciava o dia especial: são 91 anos de uma escritora imortal, assim considerada desde 2013, quando assumiu, na Academia de Letras da Bahia, a cadeira que tem como patrono o abolicionista Castro Alves.

Mãe Stella recebeu filhos ilustres, admiradores e assinou um acordo de cooperação para que a Universidade do Estado da Bahia (Uneb) catalogue, digitalize e disponibilize online os arquivos de 106 anos do terreiro regido por Xangô, orixá da justiça, dos raios, do trovão e do fogo.

No acervo estão documentos históricos para o candomblé da Bahia, como a ata de fundação do Opô Afonjá, assinada pela primeira ialorixá da casa, Eugênia Anna dos Santos, a mãe Aninha. Além disso, fotos antigas e jornais históricos que mostrem o terreiro  serão digitalizados.

Presidente da Sociedade Civil Cruz Santa do Ilê Axé Opô Afonjá, entidade jurídica da casa, o obá de Xangô (espécie de ministro) Ribamar Daniel diz que a preservação dos arquivos é o principal objetivo da parceria, com duração de cinco anos.

“É uma iniciativa importante, porque, no momento em que religiosos tentam questionar o candomblé, damos respostas práticas. Além disso, é importante digitalizar  os arquivos para que existam a vida toda”, frisa.

Homenagens

Ainda pela manhã, a ialorixá foi homenageada pelo cantor Edu Casanova e por crianças da creche Rumo e Caminho, que passou a funcionar no terreiro há quatro meses, após convite da própria mãe Stella.

Coordenadora da instituição, Terezinha da Silva conta que, antes, a manutenção do projeto de educação sociorracial era complicada, por causa dos aluguéis. “É uma honra e responsabilidade estar perto de uma pessoa tão importante e iluminada. Aprendemos muito com ela, sempre, e temos muita gratidão pelo convite”, elogiou.

Sintética, a ialorixá pontuou a gratidão aos deuses africanos: “Só tenho a agradecer ao criador, pelos anos de vida e serviços prestados nesse tempo na casa de Xangô”.

 

 

Extraído da versão digital do Jornal A Tarde / Salvador – BA
http://atarde.uol.com.br/bahia/salvador/noticias/1767234-opo-afonja-celebra-os-91-anos-de-mae-stella-de-oxossi

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *