Breaking News

Orixá é fonte de vida, e esporte é superação

Por: Pai Paulo de Oxalá em 18/05/17 05:02

 

Da energia criadora de Olódùmarè (Deus supremo) surgiram o Ọ̀run (o céu infinito) e os Òrìṣà-Orixás (forças que proporcionam a vida no Àiyé-terra). Portanto, Orixá é vida. E vida é movimento. Fomos feitos para nos movimentar, pois através da ação do movimento do nosso corpo, ocorre o bem estar físico e mental que denominamos de saúde.

O esporte é símbolo de vitalidade, satisfação e felicidade. Milhares de vidas são transformadas através do esporte, principalmente de jovens, que são livres das garras do tráfico e da criminalidade. Associado à vontade de tornar o mundo melhor para viver, o esporte é um grande instrumento de integração e superação de muitos infortúnios.

Assistindo a vitória de Adriano de Souza, o Mineirinho no Mundial de Surfe de Saquarema sobre o experiente surfista australiano Adrian Buchan, de 35 anos, vemos que o esporte reuni no mesmo espaço, pessoas de diversos lugares, culturas e religiões (assim é na copa do mundo, olimpíadas), porém estas pessoas estão determinadas ao mesmo ideal: conquista.

E viva o bem-estar, pois na minha visão de candomblecista, Orixá é vida, é tudo, e o esporte, incentiva à vida, e traz saúde.

O bom nome eterniza o homem! (Náà dára orúko àìlópin náà ọkùnrin!)

Axé!

Extraído da coluna Religião & Fé do babalorixá Paulo de Oxalá, do Jornal Extra on line – RJ
https://extra.globo.com/noticias/religiao-e-fe/pai-paulo-de-oxala/

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *