Breaking News

Renato de Obaluaiyé homenageia o Orixá Jagun com louvor

Texto e fotos: Sérgio d´Giyan | 17/11/2014 14:12

DSCF5377

Pai Renato d´Obaluaiyé festejou com filhos e amigos o orixá Jagun na tarde de ontem, em seu asé, localizado em Bonsucesso. A casa estava lotada de convidados que receberam Pai Jagun com muita euforia e alegria.

A Iyalorixá Dide de Osun e Pai Nilberto de Oxosse trouxeram Pai Renato para a sala a frente de Mãe Miriam de Oyá e Mãe Regina de Oxosse. Mãe Dide de Osun, sobrinha carnal e iniciada por Isolina de Osun, foi apontada por Sangô para ser herdeira do seu asé em Salvador. Na roda de Iyemanjá alguns convidados participaram da chegada do Rei Jagun. Presentes a homenagem estavam: o Babalawô e interlocutor da CCIR Ivanir dos Santos, Mãe Ana de Bessem, do Asé da Boa Viagem, Mãe Miriam de Oyá, Mãe Regina de Oxosse, Pai Zezito de Osun, Pai Djalma de Oxalá, Pai Celso de Osun, Pai Alex de Osogiyan, Oyá Iberó, Ekedji Vera de Oxosse, Cezinha, Pai Toninho de Logun-Edé, Pai Raimundo de Logun-Edé, Pai Linaldo de Ogun, Pai Osvaldo de Xangô, Bagigan Ailton, Wagner de Osumaré, Pai Jorge de Ogunjá e Mãe Ignez de Oyá, Alyne e Thiago Laboré,  Pai Muzurê de Osumaré, Simone Dias de Ogun, Henrique Ayó de Logun-Edé, além de outros. A mídia Afro também se fez presente no evento: Sérgio d´Giyan, do Jornal Awùre, Yango de Obaluaiyé, da Rede Social e Revista Agen Afro e Wagner de Oxosse, do Programa e Revista Voz do Candomblé.

Na entrada do Asé uma feirinha como já é tradicional nas festas promovidas por Pai Renato, Gaúcha com suas camisetas e vestimentas e Pai Linaldo de Ogun com seus fios de conta.

O buffet da festa foi assinado pela Nando Buffet e Festas, que tratou dos quitutes e do almoço da festa, como sempre, sinônimo de bom gosto e qualidade.

Veja no facebook as fotos da festa. Infelizmente não tiramos fotos dos orixás que estiveram presentes na corte do Rei Jagun.

DSCF5373

 

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Ilé Asé Omin Oiyn, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Hoje, é editor do Jornal Awùre. Diretor Financeiro da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. Colabora com a assessoria de comunicação do PPLE - Partido Popular da Liberdade de Expressão Afro-Brasileira. É sócio diretor na agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *