Breaking News

Orixás também evoluíram minha gente!!!

Orixás também evoluíram minha gente!!!

Somos espíritos evolutivos, com a missão de sempre buscar novos caminhos… Renovar é sempre preciso, não somos almas aprisionadas no tempo passado. Orixás não querem que seus filhos viva no passado e muito menos se privem da liberdade concedida antes mesmo do nosso nascimento.

Bem como, o Mundo é evolutivo, estamos em constante renovação, o homem possui sua inteligência natural da criação. Somos todos criadores do novo tempo.
Orixá é vida, inteligência, modificação, essência que permanece até os dias atuais acompanhando o progresso humano e não estão estagnados na época que viveram em terra!

Orixás são espíritos de luz, guias e conselheiros da vida humana, que recebemos diariamente intuitivamente seus recados e conselhos amigos.
Não quero mudar o que já foi criado, mas, pretendo renovar e evoluir espiritualmente. Meu Orí grita por novos tempos, por mudanças de conceitos ultrapassados que não condiz com realidade de uma nova geração.

Há muito tempo que escravidão acabou, e lá estavam nossos amigos espirituais lutando junto com aquele povo sofrido para que houvesse a mudança necessária. Depois de muito sangue derramado conquistaram a sonhada liberdade e deixaram de viver com tantas restrições. Se eles sentiram a necessidade de mudarem as suas vidas em busca do direito da igualdade, por melhores condições, com sentindo de evoluírem e progredirem. Para tais, acontecimentos tiveram que abrirem mão de muito dos fundamentos, preceitos para vencerem a batalha de sua época. Usaram da sabedoria, inteligência, simplicidade, da união de sua raça para modificar uma toda sociedade.

Nos dias atuais nossas batalhas são outras, bem como, nossa realidade também é bem diferente. Hoje podemos dizer claramente que possuímos melhores condições de vida e vivenciamos um novo conceito de sociedade. Uma sociedade contemporânea dentro dos seus vários contextos…. Sistema evolutivo humano, aonde, somos obrigados a fazer parte.

Por razões como estas expostas não posso aceitar certas condutas hoje cultuadas dentro do candomblé ou me estagnar no tempo. Creio que também os orixás não querem isso. Eles são sábios e possuidores de extrema inteligência. Na minha busca espiritual já passei por diversas situações, muitas delas inaceitáveis, mas, tive que passar mesmo contrariando tudo aquilo que acredito. De certa forma sou grato, com elas aprendi bastante só não faço parte nem compactuo com elas.

Não posso estar dentro de uma religião aonde a Caridade não seja um dos seus fundamentos. Religião sem caridade não é religião e sim um mero comercio. A missão de qualquer sacerdócio seja qual for sua crença é de ajudar o seu próximo sem interesse material.

Munido desse sentimento prossegui com minha busca, até que encontrei em uma casa de santo do candomblé pessoas que compartilham a mesma filosofia que acredito. E logo minha feitura foi realizada e hoje sou um aprendiz e filho de Orixá. Sou do candomblé aquele que ainda acredita no Amor, na Caridade e no bem estar do seu próximo. Sem esquecer que estamos no processo evolutivo… Não sendo necessárias privações ou prisões… E que o dinheiro não é tudo…

 

André – Logun Edé

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *