Breaking News

“Pai de Santo dos políticos” promete ajudar nas eleições

O Pai Miro de Ogum cobra R$ 150 por consulta. Ele ganhou o apelido de um cliente especial

GABRIEL LELLIS, COM EDIÇÃO DE MURILO RAMOS

12/11/2015 – 06h00 – Atualizado 12/11/2015 15h19

 

O religioso é conhecido como o "Pai dos políticos" (Foto: Reprodução)
O religioso é conhecido como o “Pai dos políticos” (Foto: Reprodução)

Algumas vias famosas de São Paulo foram tomadas por faixas de propaganda do Pai Miro de Ogum, que se identifica como o “pai de todos os políticos”. Ele promete, além de amarrações de amor, ajudar pessoas de qualquer poder econômico e ideologia. Dentre suas habilidades, Pai Miro consegue lidar com Direita e Esquerda. Mas isso não tem nada a ver com PT, PSDB, PSOL ou DEM. Direita e Esquerda são linhas da Umbanda.

EXPRESSO ligou para Pai Miro em busca de informações sobre seus serviços com políticos.  Quem atendeu a ligação disse ser sua secretária. Ela explicou que o apelido politizado foi dado por um cliente especial, cujo nome não revela. O preço de uma consulta com Pai Miro, realizada num espaço na Zona Leste de São Paulo, é de R$ 150. Esse valor aumenta de acordo com os tipos de trabalhos pedidos pelo cliente. “O Pai Miro consegue, sim, ajudar político em eleição. O orçamento vai depender de vários fatores, como o Orixá (personificação divina das forças da natureza) do cliente”, afirmou a secretária.

Segundo a secretária, no momento da ligação, Pai Miro estava em trabalho. Não foi possível saber se era algum cliente famoso da cena política paulistana em busca de ajuda extra para as eleições do próximo ano.

 

 

Extraído da coluna Expresso do Jornalista Murilo Ramos, da Revista Época
http://epoca.globo.com/tempo/expresso/noticia/2015/11/pai-de-santo-dos-politicos-promete-ajudar-nas-eleicoes.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *