Breaking News

Pai de santo é encontrado nu e com sinais de espancamento em Teresina

Oscar de Oxalá foi encontrado por parentes por volta de 6h30 deste domingo.

Delegado contou que a vítima estava deitada na cama e há lesões na cabeça.

Do G1 PI | 17/08/2014 09h24 – Atualizado em 17/08/2014 14h03

 

O babalorixá Oscar de Oxalá foi encontrado morto na manhã deste domingo (17) em sua residência, localizada na Rua Sergipe no bairro Pirajá, na Zona Norte de Teresina. No local também funciona o templo religioso do pai de santo.Segundo o delegado Robert Bezerra, da Delegacia de Homicídio,a vítima estava despida e com sinais de espancamento.

“Ele estava deitado sem roupa. Há muitas lesões na cabeça que podem ter sido feitas com pedaços de madeira. Além disso, os objetos do quarto estão revirados, o que demostra que houve luta corporal no local”, contou o delegado.

 

Oscar de Oxalá é encontrado morto em sua casa (Foto: Claudio Barros)
Oscar de Oxalá é encontrado morto em sua casa (Foto: Claudio Barros)

Segundo relato de um vizinho da vítima, que não quis se identificar, Oscar de Oxalá foi encontrado por parentes por volta de 6h30 deste domingo.Os vizinhos relataram para a polícia que Oscar de Oxalá foi visto pela ultima vez na noite desse sábado (16) ao sair de sua residência. Os moradores também contaram que não viram o momento em que ele retornou para casa e se estava acompanhado.

Para a polícia, Oscar pode ter sido vítima de crime passional ou latrocínio.“Como o pai de santo estava despido é possível que ele tenha sido vítima de um crime passional, entretanto, não descartamos a possibilidade dele ter sido morto após roubo. Apesar de aparentemente não ter sumido nada do local”, revelou Robert Bezerra.

Oscar de Oxalá era uma pessoa bastante conhecida em Teresina devido às suas previsões.

 

Extraído do Portal de Notícias G1

http://g1.globo.com/pi/piaui/noticia/2014/08/oscar-de-oxala-e-encontrado-morto-e-com-sinais-de-perfuracao-em-teresina.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *