Breaking News

Parlamentares se reúnem com cúpula da Polícia

10687005_702244343186667_1710765507725749745_n

atualizado em 24/09/2014 / Sérgio d´Giyan

Nos últimos dias 22 e 23 de setembro os parlamentares Átila Nunes e Átila Alexandre Nunes, estiveram reunidos com as cúpulas da Polícia Militar e Civil do Estado Rio de Janeiro. Na ocasião, foram tratados diversos assuntos pertinentes ao funcionamento das casas de santo no Estado.

Com o Comandante Geral da PM, Coronel Luiz Castro, os parlamentares relataram ao oficial às denúncias de que novamente, traficantes, convertidos à religião evangélica, estariam expulsando, sob a mira de fuzis, os terreiros de Umbanda e Candomblé das favelas cariocas. Denunciaram também eventuais atitudes abusivas por parte de militares no interior do Estado.

No alto comando da Polícia Civil, Átila Nunes e Átila Alexandre tiveram uma reunião de trabalho com os atuais responsáveis que estão à frente da supervisão dos casos de intolerância religiosa.

A escalada da intolerância religiosa é crescente, e hoje, o Rio é considerado o estado brasileiro onde é registrado o maior número de conflitos entre seitas neopentecostais e seguidores dos cultos afro-brasileiros.

Na reunião do dia 22, foi feita a denúncia ao Comandante da Polícia Militar de que existem indícios concretos de operações de “lavagem” de dinheiro de traficantes em seitas ditas evangélicas nas favelas cariocas. Como esses templos religiosos são isentos de impostos, o dinheiro arrecadado pelo tráfico estaria sendo “lavado” com a colaboração de falsos pastores, que declaram que o dinheiro em seu poder é fruto de doações.

Uma solicitação foi feita ao Comandante da Polícia Militar face à necessidade de orientar os policiais militares que não podem, legalmente, determinar o fechamento de terreiros por causa de reclamação de vizinhos. O fechamento só poderá ocorrer se uma ordem judicial for aplicada.

A reunião com a Polícia Civil contou com o Chefe da Polícia Civil (Dr. Fernando Veloso) e com os diretores gerais da Polícia Civil da Capital (delegado José Pedro Costa), da Baixada (delegado Ricardo Dominguez) e do Interior (delegado Renato Chernicharo). Presentes ainda a Corregedora Geral da Polícia, Adriana Pereira Mendes e o diretor da Polícia Especializada, Luiz Lima.

Ficou ajustado que todos os casos levados às delegacias de polícia, comprovadamente, de intolerância religiosa não serão registrados como ‘briga de vizinhos’. Caso os policiais civis se neguem a fazer o registro como perseguição religiosa, os delegados acima, atuais responsáveis pela supervisão desse tipo de assunto devem ser acionados imediatamente.

O Dr. José Carlos Gentil, presidente da Federação Brasileira de Umbanda, também esteve presente à visita.

Os parlamentares estão a disposição para qualquer esclarecimento e para o atendimento aos dirigentes e médiuns para reclamações:21-24610055. As denúncias também podem ser enviadas para o e-mail: atilanunes@emdefesadaumbanda.com.br, ou até mesmo através do Facebook: defesaumbanda

 

Texto: Sérgio d´Giyan (adaptado de e-mail enviado pelos candidatos)

 

10646765_702244283186673_3005695628897415127_n

PROGRAMA MELODIAS DE TERREIRO – RÁDIO METROPOLITANA AM 1090.

Com Átila Nunes Filho e Átila Alexandre Nunes – De 2ª à sábado, entre 23h e 24h

OUÇA TAMBÉM PELA INTERNET:

www.radiomelodiasdeterreiro.com.br (24 h no ar) / Reprises: 10h, 14h e 18h

CONVERSE CONOSCO:

Central 24h: (021) 2461-0055

Contato: atilanunes@emdefesadaumbanda.com.br

+ Portal www.emdefesadaumbanda.com.br

+ Rádio: www.radiomelodiasdeterreiro.com.br

+ Facebook: irmaoatilanunes@emdefesadaumbanda.com.br

+ Twitter: defesaumbanda+ Youtube: emdefesadaumbanda

 

 

 

 

 

 

PROGRAMA RECLAMAR ADIANTA – RÁDIO BANDEIRANTES AM 1360 (RJ)

De 2ª à 6ª feira, das 10h ao meio-dia.

OUÇA TAMBÉM PELA INTERNET:

www.reclamaradianta.com.br

ENTRE EM CONTATO CONOSCO 24 h:

+ E-mail:

Contato: atilaalexandrenunes@emdefesadoconsumidor.com.br

+ Telefone: (021) 3282-5588

+ TWITTER: defesaconsumo

www.emdefesadoconsumidor.com.br (serviço 100% gratuito)

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *