Breaking News

PM prende pai de santo e recupera 77 celulares roubados em S. Gonçalo

 

Carga estava num centro espírita num dos acessos à Chumbada. Foto: Sandro Nascimento

Por Daniela Scaffo

 

Uma carga de 77 equipamentos eletrônicos, roubada na última quarta-feira, no assalto à loja da Samsung do São Gonçalo Shopping, no Boa Vista, foi encontrada pela polícia, na tarde de ontem, num centro espírita que fica num dos acessos a Comunidade da Chumbada, no Galo Branco. Dois pais de santos foram presos na ação.

De acordo com a polícia, eles receberam a informação de que os aparelhos roubados estariam em uma residência, na Rua Paulo Roberto. Chegando ao endereço, os agentes notaram que um veículo Renault Logan, da cor cinza, semelhante ao usado no assalto, estava entrando na garagem do centro.

Ao entrarem na residência, os policiais abordaram um homem, de 52 anos, e um rapaz de 22 anos. Ainda segundo os policiais militares, ao analisarem o veículo, notaram que a placa não batia com a numeração do chassi, e que o carro -que estava com placa clonada – havia sido roubado no dia 29 de março, na área da 25ªDP (Engenho Novo).

Em buscas no centro espírita, os policiais encontraram a carga com 77 aparelhos escondidos dentro de uma garagem, entre eles, tablets e modelos de celulares pré-venda, como o Galaxy S8.

À polícia, os homens contaram que traficantes da Chumbada teriam pedido para guardar a carga no local. Porém, segundo a polícia, um dos detidos teria sido flagrado pelas câmeras de segurança do shopping no momento do roubo.

O caso foi registrado na 73ªDP (Neves), onde o homem de 22 anos foi autuado por receptação e roubo. Já o outro rapaz acabou sendo liberado.

 

Extraído do site do Jornal O São Gonçalo / São Gonçalo – RJ
http://www.osaogoncalo.com.br/policia/24329/pm-prende-pai-de-santo-e-recupera-77-celulares-roubados-em-s_-goncalo

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *