Breaking News

PMDB Afro reivindica a Temer nomeação do ator Jorge Coutinho como ministro da Cultura

19/06/2017 – 16:33

 

PMDB Afro
Indicação de Jorge Coutinho para a Cultura tem apoiadores na cúpula, cita jornal

O PMDB Afro de Minas Gerais, braço da legenda voltado à causa dos negros, reivindica ao presidente Michel Temer a nomeação do ator negro Jorge Coutinho para a pasta da Cultura. O cargo esta vago desde  a última sexta-feira (16), quando o cineasta João Batista de Andrade, interino no posto desde a renuncia do deputado Roberto Freire (PPS-SP), divulgou carga anunciando o desligamento.

Aos 83 anos, Jorge Coutinho é presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversões do Rio de Janeiro (Sated-RJ) e membro do Conselho de Comunicação do Congresso Nacional. Militante do antigo MDB, o ator comunicou seu interesse em chefiar a pasta da Cultura ao ministro Moreira Franco, que comanda a Secretaria-Geral da Presidência da República. O PMDB do Rio de Janeiro também avisou sobre a pretensão do ator da Globo ao ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. Jorge Coutinho também tem o apoio de lideranças do partido no Rio para ocupar o cargo.

Em meio a esse impasse, o PMDB trava uma batalha para ocupar o Ministério da Cultura. O deputado peemedebista André Amaral Filho, da Paraíba, tem feito lobby para ser indicado, mas sua pretensão foi desmentida pelo líder do governo no Senado e presidente da legenda, Romero Jucá (RR).

Enquanto o partido se mantém reticente, Jorge Coutinho corre por fora e conquista força, estimulada inclusive por figuras-chave da cúpula do Palácio do Planalto. Reportagem do jornal O Globo publicada neste domingo (18) apurou que o presidente do PMDB Afro do Rio de Janeiro, Nayt Júnior, o ministro dos Esportes, Leonardo Picciani (PMDB-RJ), e o coordenador da bancada fluminense do partido na Câmara, o deputado federal Altineu Côrtes, estão empenhados em defender a indicação do ator junto a Temer. O secretário de Cultura, André Lazaroni, também reforça a candidatura.

Segundo a reportagem, além de Moreira Franco, outro homem forte do governo Temer, o ministro Eliseu Padilha, também apoia a indicação de Jorge Coutinho. O jornal entrevistou o ator e perguntou-lhe então o que falta, diante do apoiamento de tantas peças importantes, para que seu nome seja confirmado como ministro.

“Falta o Temer. Não sei como isso é feito. Mas gostaria muito que o Temer conversasse com Moreira, Picciani e Padilha”, declarou o ator.

 

Fonte: Congresso em Foco

Extraído do portal de notícias Boa InFormação
https://boainformacao.com.br/2017/06/pmdb-afro-reivindica-a-temer-nomeacao-do-ator-jorge-coutinho-como-ministro-da-cultura/

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *