Breaking News

POR IR À UMBANDA, PERSONAGEM SERÁ APEDREJADA POR EVANGÉLICOS EM ‘I LOVE PARAISÓPOLIS’

Cena polêmica será exibida em novelas das sete horas da Rede Globo de Televisão.

personagem será apedrejada por evangélicos
personagem será apedrejada por evangélicos

E a novela das sete horas da Rede Globo de Televisão, ‘I Love Paraisópolis’, promete novas cenas polêmicas em seus próximos capítulos. O folhetim que aposta no humor também fala de assuntos sérios, como a intolerância religiosa. Outro tema muito constante no folhetim é o poder paralelo nas comunidades brasileiras, que acabam sendo governadas por traficantes. O personagem de Caio Castro, o Grego, por exemplo, vive um chefão de Paraisópolis. Nas próximas semanas, mais precisamente no dia 18 de outubro, a personagem Lilica (Thainá Duarte) vai levar pedradas de um grupo evangélico, que a chamará de macumbeira.

As pessoas que dizem acreditar em Deus e Jesus não vão aceitar que a moça tenha se batizado em um centro de umbanda. Por isso, farão a ofensiva contra Lilica. A personagem de Thainá Duarte ficará arrasada por ter sido agredida apenas por exercer o direito de escolha de uma religião. Recentemente, no Rio de Janeiro, uma menina usando roupas características da umbanda, foi vítima de uma ação muito parecida. O caso acabou tendo repercussão nacional e representantes de várias religiões se juntaram à vítima, dando apoio moral à seguidora da religião de umbanda.

“Você é uma macumbeira. Quero que você vá para o inferno. Você deveria ter vergonha de andar com o diabo na rua. Vai fazer seu despacho em um terreiro. A mãe vai para a macumba e ainda leva a filha”, esse é um dos diálogos ditos pelos personagens evangélicos em ‘I Love Paraisópolis’. A cena servirá para que os telespectadores abram uma discussão sobre o assunto, já que atualmente tem aumentado bastante os casos de intolerância religiosa no Brasil.

Caberá à mãe de Mari (Bruna Marquezine), também evangélica, expulsar os agressores. Ela ficará com medo de que algo mais grave aconteça à garota. A personagem dirá que os agressores tinham que limpar a boca antes de falar o nome de Jesus, já que o líder do cristianismo pregaria o amor pelo seu semelhante e não a discórdia e o ódio. “Vocês não podem ser chamados de evangélicos”, dirá Eva.

 

 

Extraído da coluna TV & Famosos do site Blasting News
http://br.blastingnews.com/tv-famosos/2015/10/por-ir-a-umbanda-personagem-sera-apedrejada-por-evangelicos-em-i-love-paraisopolis-00588419.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *