Breaking News

Praia Grande: Festejos de Iemanjá bloqueiam Avenida Presidente Castelo Branco nesta sexta

 

De A Tribuna On-line | Quinta-feira, 04 de Dezembro de 2014 – 18h19

 

 

Evento na Cidade tem início às 20h desta sexta

imageMotoristas devem ficar atentos. Para os tradicionais Festejos de Iemanjá, em Praia Grande, a Avenida Presidente Castelo Branco, entre as Ruas Otto Carlos Golanda, Bairro Ocian, e 1º de Janeiro, no Bairro Mirim, estará interditada a partir das 16 horas desta sexta-feira (5). A previsão é que o local seja liberado às 19 horas de domingo (7).

Enquanto durarem as atividades, motoristas que seguem no sentido Solemar/Boqueirão, devem utilizar como rota alternativa a Avenida Presidente Castelo Branco, Rua Gilberto Fouad Beck, Rua 1º de Janeiro, Avenida Presidente Kennedy, retornando para a Avenida Presidente Castelo Branco pela Rua Oceânica Amabile.

Já no sentido oposto, Boqueirão/Solemar, os condutores devem utilizar a Rua Otto Carlos Golanda, Rua Carlos Vanderlinde, Avenida dos Sindicatos, Rua 12 de Outubro, Rua João Saiane, Avenida 31 de Março, Rua 9 de Julho e Rua 1° de Janeiro.

Outras informações sobre o trânsito na Cidade podem ser obtidas através da linha gratuita e 24 horas da Setran, o 0800-7720194.

Festejos

Já está tudo pronto para receber os cerca de 100 mil visitantes que devem vir a Praia Grande no fim de semana, dias 5, 6 e 7, atraídos pelo primeiro período dos festejos de Iemanjá.

São 224 tendas inscritas apenas para o primeiro período, com aproximadamente 180 veículos autorizados, entre vans, ônibus e microônibus. O evento tem abertura oficial na sexta-feira (5), às 20 horas, em frente à estátua de Iemanjá, no bairro Mirim.
 

Extraído do site do Jornal A Tribuna / Santos-SP
http://www.atribuna.com.br/cidades/festejos-de-iemanj%C3%A1-bloqueiam-avenida-presidente-castelo-branco-nesta-sexta-1.417680

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *